• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia
Bom Jesus

Seduc premia melhores escolas e professores de 2015

Três escolas e quatro professores, que compõem as redes estadual e municipais de ensino do Piauí foram premiados durante a solenidade

16/12/2015 10:40h

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), através da Gerência de Gestão, realizou na manhã desta terçafeira (15) a etapa estadual do Prêmio Gestão Escolar e Prêmio Professores do Brasil 2015. O evento reconheceu os destaques na gestão e docência das escolas públicas municipais e estaduais do Piauí. 
Os vencedores foram duas escolas em Teresina e uma no município de Bom Jesus. O Centro de Ensino Médio de Tempo Integral (Cemti) Didácio Silva, da rede estadual de ensino de Teresina, levou o primeiro lugar. O Cemti João Henrique de Almeida Sousa, também em Teresina, ficou em segundo, e a Unidade Escolar Antônio Borges Leal situada na cidade de Bom Jesus em terceiro.
Três escolas e quatro professores, que compõem as redes estadual e municipais de ensino do Piauí foram premiados. O 1º, 2º e 3º colocados entre as escolas ganharam viagens de intercâmbio cultural a um Estado do Nordeste e quantias de 5 mil, 3 mil e 2 mil, respectivamente. 
“Participar do prêmio gestão é uma oportunidade de divulgar as boas ações das nossas escolas, dos diretores e dos professores, para que tenhamos uma educação de qualidade. Todos que concorreram na etapa estadual tinham concorrido na etapa nacional. O que fizemos foi selecionar o melhor entre aqueles que de destacaram”, disse Maria do Carmo Pires, gerente de gestão da Seduc. 

Vencedores ganharam viagens de intercâmbio cultural e prêmios no valor de 5 mil, 3 mil e 2 mil reais (Foto: Divulgação)

O Centro de Ensino Médio de Tempo Integral (Cemti) Didácio Silva, da rede estadual de ensino de Teresina, conquistou o 1º lugar e ainda premiou a plateia com a apresentação da coreografia do poema Navio Negreiro, de autoria do escritor Castro Alves. 
Segundo Alberto Machado, diretor da escola, a conquista do prêmio se deve ao trabalho de excelência realizado por todos que compõem a escola. “Os motivos são tantos. São dez anos na luta pelo prêmio e agora, finalmente, chegou a nossa vez. É um trabalho de equipe que vai desde o agente de portaria até quem está na sala de aula. A escola trabalha em todas as suas dimensões e a arte foi a grande sacada da nossa escola. Foi através da arte que zeramos a evasão escolar e a violência na nossa escola”, disse o diretor. 
Em 2º lugar ficou o Cemti João Henrique de Almeida Sousa (Teresina), que recebeu a quantia de R$ 3.000,00, e em 3º a Unidade Escolar Antônio Borges Leal situada na cidade de Bom Jesus. 
No Prêmio Professores do Brasil 2015, ganharam viagens de intercâmbio cultural a um Estado do Nordeste Francisca Eluar Marinho Silva Soares, que concorreu na categoria creche, representando o Centro Municipal de Educação Infantil 1º de Maio, de Teresina; Elândia Peres Rêgo na categoria Ciclo de Alfabetização, representando o Centro Educacional Municipal Vereador Valdemar S. de Oliveira, da cidade de Piripiri; Clécio de Macedo Reis na categoria 6º ao 9º ano, representando a Unidade Escolar Maria Natividade Coelho, de Betânia do Piauí; e Lessandra Ribeiro Carvalho na categoria Ensino Médio, representando a Escola Técnica Estadual Prefeito João Mendes Olímpio de Melo, de Teresina. 
Para Lessandra Carvalho, estar em sala de aula não é uma obrigação, mas a realização como pessoa, cidadã e em especial como profissional. “Eu poderia ter trilhado outros caminhos, mas ser professora me faz realizada. Sou convicta de que fiz a escolha certa e isso se reflete em sala de aula”, destacou. 
A etapa estadual do Prêmio Gestão Escolar e do Prêmio Professores do Brasil 2015 foi criada pela equipe da secretária de Estado da Educação, Rejane Dias, como forma de reconhecer quem faz a educação no Piauí. 
“O nosso objetivo em criar as versões estaduais desses prêmios foi valorizar as boas práticas pedagógicas tanto na área da gestão quanto em relação aos professores”, relata Rejane Dias.
Edição: Marcelo Costa - Jornal o Dia

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas