• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Bela Vista do Piauí

27 de julho de 2016

Quatro réus do processo criminal da boate Kiss vão ao Tribunal do Júri

Juiz pronunciou quatro réus: dois sócios da boate e dois músicos. Incêndio na boate, em 27 de janeiro de 2013, resultou em 242 mortes.

Quatro réus do processo criminal da boate Kiss serão julgados pelo Tribunal do Júri. A decisão do juiz Ulysses Fonseca Louzada foi anunciada nesta quarta-feira (27) pela Justiça do Rio Grande do Sul. O incêndio na casa noturna de Santa Maria, na Região Central do estado, em 27 de janeiro de 2013, deixou 242 mortos.

O juiz, que trabalha exclusivamente na análise do caso,pronunciou os sócios da boate Elissandro Callegaro Spohr e Mauro Londero Hoffmann, e os músicos da banda Gurizada Fandangueira Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão.

Com o pronunciamento, os réus deverão ser julgados por sete pessoas da comunidade de Santa Maria, que serão escolhidas para formar o Tribunal do Júri. Não há data para o julgamento. Cabe recurso.

A decisão tem 195 páginas. Nela, o juiz entende que há presença de materialidade e indícios suficientes de que os acusados praticaram o fato nos termos da denúncia do Ministério Público.

"As versões defensivas, embora possam existir, não restaram demonstradas de forma cabal, uníssona, numa única direção para que possam subtrair o julgamento pelo Conselho de Sentença", considerou o magistrado.

No documento, os membros do MP argumentaram que Elissandro e Mauro são responsáveis por implantar em paredes e no teto da boate espuma altamente inflamável e sem indicação técnica de uso; contratarum show que sabiam incluir exibições com fogos de artifício; e manter a casa noturna superlotada, sem condições de evacuação e segurança contra fatos dessa natureza.

O mesmo teriam feito Marcelo e Luciano, que, segundo o MP, conhecendo bem o local do fato, onde já haviam se apresentado, adquiriram e acionaram fogos de artifício, que sabiam se destinar a uso em ambientes externos, e direcionaram para o teto da boate, dando início à queima do revestimento inflamável.

Conforme a acusação, os crimes foram cometidos mediante meio cruel, pois houve emprego de fogo e produção de asfixia nas vítimas. O processo criminal que apura o caso tem 20 mil páginas, separadas em 93 volumes.

Nesta quarta-feira (27), são completados três anos e meio da tragédia.


Foto: Daniel Favero/G1

14 de maio de 2015

Conferência Municipal de Educação

Conferência Municipal de Educação

Plano Municipal de Educação

Foi realizada nesta terça feira dia 12 de maio na cidade de Bela Vista do Piauí a Conferência Municipal de Educação, que teve como tema principal “Plano Municipal de Educação: Participação Popular e Regime de Colaboração na perspectiva da qualidade social da educação”, no decorrer da Conferência foram abordados várias questões sobre Combate à Desigualdade; Formação, Valorização e Carreira do Magistério; Gestão Democrática e Financiamento; Democratização do Acesso à Educação Básica; Qualidade da Educação Básica e Acesso ao Ensino Superior. O objetivo da referida Conferência era apresentar, debater e aprovar propostas para o Documento Base de construção do Plano Municipal de Educação, instrumento de planejamento decenal (2015-2025), que pretende a garantia do direito à educação dos cidadãos municipais. Para isso contou com a participação dos professores, alunos, diretores escolares, coordenadores pedagógicos, vereadores, prefeito municipal e secretários municipais, pais de alunos, representantes de igrejas e sociedade civil. Na abertura do evento, a Secretária Municipal de Educação Lídia Nascimento falou da importância deste planejamento e convocou a comunidade a se envolver na realização das estratégias que ficassem definidas. No seguinte, o Professor Benigno Rocha expôs a síntese do diagnóstico realizado pela equipe técnica para a elaboração do PME. No fim do dia, o documento foi aprovado e será encaminhado para a Câmara de Vereadores para apreciação e possivelmente aprovação em Lei Municipal

11 de maio de 2015





Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado