• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Assunção do Piauí

Secretária de Saúde Diz Que Médica Surtou Por Sentir Saudade da Familia

Na matéria do Jornal Diário do Povo, consta que a Dra. Lilliana Cordoy, não estar mais no Brasil, que teria retornado a Cuba.

13/02/2014 06:18h - Atualizado em 13/02/2014 11:55h

A imprensa piauiense, publicou matéria a respeito de uma médica cubana que veio trabalhar no Piauí, através do Programa Mais Médico do Governo Federal. A doutora teria sofrido um surto psicótico ao receber o primeiro pagamento. Ela foi internada no Hospital Areolino de Abreu em Teresina. 

Conversamos com a Secretária Municipal de Saúde de Assunção do Piauí, Rosimar França, que falou a respeito do caso, mas nega que o problema com a médica cubana tenha acontecido por causa da quantia descrita em seu contra-cheque. Rosimar chegou a falar com firmeza que estão querendo atrapalhar o Programa Mais Médico, noticiando fatos inverídicos.
Nossa reportagem apurou que trata-se da Dra. Lilliana Cordoy (28), natural do município de Manzanillo, Cuba. A mesma chegou a ir até a cidade de Assunção do Piauí, e passou alguns dias exercendo a profissão, mas sentia muitas saudades dos familiares que deixou em sua terra natal e falava constantemente neles. Em um desses momentos nostálgicos teve um surto e foi encaminhada ao H.A.A, onde segundo informações passou cerca de duas horas, foi medicada e dada como em plenas condições de exercer a função de médica.

Ainda segundo Rosimar França, foi ela que de acordo com suas atribuições legais, não quis mais os serviços de Dra. Lilliana em Assunção. "Eu quero uma médica para cuidar dos nossos pacientes, e não uma que esteja precisando de cuidados médicos" disse Rosimar. A Dra. Lilliana Cordoy, não estaria mais no Brasil e teria retornado a Cuba.

Fonte: portalassunção
Edição: PORTAL O DIA
Por: O BEZERRÃO

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas