• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Água Branca

Famílias participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Famílias de Água Branca participam de reunião do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

07/03/2017 09:44h - Atualizado em 07/03/2017 09:46h

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Água Branca realizou, nessa sexta-feira (3), a primeira reunião com os pais e responsáveis dos adolescentes e jovens atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), no Povoado Santo Antônio, zona rural de Água Branca. 

A reunião teve como objetivo apresentar aos pais e aos responsáveis a organização do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), bem como as atividades ofertadas para adolescentes e jovens atendidos pelo Serviço.

Danielle Sousa, secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, destaca para os pais e responsáveis a importância da participação efetiva da família junto às crianças e aos adolescentes atendidos e acompanhados pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

“O contato com as famílias é muito importante para o sucesso das ações realizadas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos junto às crianças e aos jovens. Explicamos para os pais e responsáveis como é feito o trabalho durante as atividades, a divisão por faixas de idade e os horários disponíveis para cada grupo”, explica Danielle Sousa.

Francilene Sales, coordenadora do SCVF, reforça que com a participação das famílias a qualidade das atividades ofertadas poderá melhorar cada vez mais. 

O Serviço

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) trata-se de um Serviço de Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), de caráter preventivo, pautado na defesa dos direitos e do desenvolvimento das capacidades e potencialidades de cada indivíduo, prevenindo situações de vulnerabilidade social.

O objetivo do SCVF é garantir aquisições progressivas aos seus participantes, de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias, prevenir a ocorrência de situações de risco social, ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolver o sentimento de pertença e de identidade, fortalecer vínculos e incentivar a socialização e a convivência comunitária.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas