Em Itu, Santos busca a segunda vitória no Paulistão

Ainda sem Leandro Damião, mas com o retorno de Arouca e a estreia de Cícero na temporada, o Santos terá um time mais equilibrado para tentar a segunda vitória no Campeonato Paulista contra o Ituano, neste domingo, às 19h30, no estádio Novelli Júnio

26/01/2014 08:30h

Compartilhar no

Ainda sem Leandro Damião, mas com o retorno de Arouca e a estreia de Cícero na temporada, o Santos terá um time mais equilibrado para tentar a segunda vitória no Campeonato Paulista contra o Ituano, neste domingo, às 19h30, no estádio Novelli Júnior, em Itu. Outra mudança será Neto no lugar de Gustavo Henrique, que foi convocado para o amistoso da seleção brasileira sub-21 contra o México, neste domingo, na Vila Belmiro.

Nas duas primeiras rodadas, o Santos ganhou por 1 a 0 do XV de Piracicaba, na Vila Belmiro, e empatou por 1 a 1 com o Audax, no Pacaembu, mas, com um time de maioria de garotos formados na base, não convenceu. Neste domingo, o técnico Oswaldo de Oliveira vai contar com os experientes Cicinho, Neto e Mena na defesa, Arouca e Cícero no meio e Thiago Ribeiro, ao lado de Geuvânio e Gabriel, no ataque, além de Aranha no gol.

A expectativa de Oswaldo de Oliveira é de que a equipe dose mais as energias, prendendo a bola no ataque para não se desgastar e cair tanto de produção na etapa final como nos dois primeiros jogos. Com a volta de Arouca, o treinador vai proteger a entrada da área, com a escalação de dois volantes de marcação. Cícero será o terceiro jogador do setor e vai fazer a função que era de Montillo, com a vantagem de chegar mais à frente, entrar na área e ser eficiente nas finalizações. Thiago Ribeiro, que atuou improvisado como armador contra o Audax, vai voltar a jogar onde produz mais, como atacante pela esquerda.

"Tivemos dificuldades nas duas primeiras partidas, mas a equipe se superou. A partir de agora as coisas vão melhorar gradativamente", disse Oswaldo de Oliveira. O treinador acredita que o Santos já será uma equipe mais encorpada, mas a previsão dele é que só dentro de aproximadamente 15 dias todos os jogadores estarão bem condicionados e o time chegará perto do estágio ideal.

Ao aceitar a proposta para ser o novo técnico do Santos no fim do ano passado, Oswaldo de Oliveira acreditava que assumiria um time quase pronto e que com pequenos ajustes voltaria a disputar títulos, como nos tempos de Neymar. Mas de saída perdeu a referência da defesa, o capitão Edu Dracena, com grave lesão no joelho esquerdo, contou durante apenas 45 minutos (o primeiro tempo contra o XV de Piracicaba) com o armador argentino Montillo, que está de saída para o futebol chinês e ainda não sabe se Cícero fica ou se vai embora.

Outra frustração do técnico tem sido com relação a Leandro Damião, que para a CBF ainda é jogador do Internacional. A promessa dos dirigentes é de que a situação será regularizada até esta quarta-feira para que o centroavante estreie contra o Corinthians, na Vila Belmiro.

A chegada de Lucas Lima, meia contratado do Internacional e que disputou a Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado pelo Sport, e a contratação do atacante Rildo (Ponte Preta), na última sexta, mostram que o clube está se apressando para atender aos pedidos de Oswaldo de Oliveira. Nos próximos dias, deve chegar ao clube um novo zagueiro experiente para suprir a falta de Edu Dracena.

"Nunca fechamos as portas. Vou procurar sempre enriquecer o elenco. Trabalhamos muito isso. As pessoas que tem essa função estão procurando isso, dar corpo ao elenco. A minha intenção é ter dois bons jogadores para cada posição e um terceiro em formação. Estamos caminhando nesse sentido", finalizou o treinador santista.

Compartilhar no
Fonte: Esporte interativo

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas