Teresina recebe os melhores do país na II Etapa do Nacional de Badminton

Piauí disputa competição com quase 100 atletas. Asbagdi e Joca Claudino são favoritas

30/06/2017 07:41h

Compartilhar no

O Piauí vai respirar badminton até domingo (2). Isso porque Teresina é a sede da segunda etapa do Nacional da modalidade. A competição teve início na manhã de ontem (29) e segue até o domingo (2) com quase 300 atletas, de 15 estados e 51 clubes, brigando por pódio. O evento marca também a primeira competição oficial do Centro de Excelência de Badminton, que fica no Setor de Esportes da Universidade Federal do Piauí. 

Competição segue até domingo (2) no centro de excelência de Badminton, no setor de esportes da UFPI. (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)
A etapa está bastante movimentada e com um altíssimo nível. Os principais nomes do badminton do país estão competindo. O Piauí é favorito nas disputas, pois tem quase 100 atletas inscritos das equipes da Joca Claudino, considerada melhor equipe de badminton do país, e também a Asbagdi. O atleta Francielton Farias estreou na competição ontem (29), fez três jogos e venceu os três. Ele fala sobre a sensação de estar jogando um campeonato nacional em casa. 

“Estou vivendo uma das melhores sensações do mundo. Jogando dentro de casa, perto dos seus amigos e familiares, com apoio da torcida e com certeza é um saldo muito grande para a gente na parte de estrutura, que sempre foi a maior dificuldade aqui”, conta. 

Técnicos referência na modalidade também estão no estado acompanhando seus atletas. Entre os nomes, a técnica Norma Rodrigues, que trabalhou no estado por muitos anos e agora integra a comissão da Seleção Brasileira. Norma deu o ponta pé inicial no projeto da equipe do Joca Claudino e fala sobre a importância de ver a evolução do estado. 

“É fantástico você voltar para a sua casa e dentro de um Centro de Excelência que não é o melhor do Brasil, mas sim o melhor da América Latina. O badminton agora tem uma casa nova e nós vamos conseguir não somente no júnior, mas também na categoria adulta fazer um trabalho de excelência”, frisou Norma Rodrigues. 

O Centro de Excelência recebe a competição como uma espécie de evento teste, já que a obra por completo ainda não está concluída. As disputas do Nacional de Badminton seguem até o domingo (2).

Compartilhar no
Edição: Aline Rodrigues
Por: Pâmella Maranhão

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário