Sem Viola, River faz últimos ajustes para partida decisiva contra o Guarany

Clube pode ter até oito desfalques para jogo fora de casa. Galo busca a classificação para segunda fase

23/06/2017 08:17h - Atualizado em 23/06/2017 08:27h

Compartilhar no

A equipe do River encerra a semana de treinamentos pensando no jogo decisivo que faz contra o Guarany de Sobral no domingo (25). O Galo precisa vencer para não depender de outros resultados na rodada e assim se classificar para a próxima fase na Série D do Campeonato Brasileiro. Mas, além de vencer o adversário, o Galo tem que superar os desfalques. 

O departamento médico do River vem chamando atenção. Atualmente são oito jogadores lesionados e entre esses poucos deverão ser opção para o jogo de domingo. Os volantes Amorim e Osmar, os meias Fabiano e Keninha, o lateral- -direito Gilberto Matuto e o atacante Sharles não devem ser opção. E na tarde de ontem o goleiro Leandro e o atacante Viola, titulares absolutos na temporada, não participaram das atividades por precaução. Os dois atletas estão sentindo dores musculares. 

De olho na classificação, River tenta superar os desfalques antes de entrar em campo pela última rodada da fase de grupos (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)
O treinador Lucas Andrade confessa a preocupação com a quantidade de lesões que os atletas vem passando. “Mais uma semana que a gente entra esperando a definição dos atletas que estão no departamento médico. Esperamos definições do DM e também o julgamento do Humberto que a gente tem esperança de contar com ele também”, disse Lucas Andrade. 

O meia Humberto pegou quatro jogos de gancho após ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O atleta tem dois jogos cumpridos e o River está recorrendo do resultado e pode conseguir um efeito suspensivo hoje (23). Com isso, o Galo deve entrar em campo com alterações. O lateral-direito Ceará e o atacante Maranhão, por exemplo, pode estrear na partida de domingo (25). Os dois nomes foram regularizados esta semana e são opção para o técnico. 

“Essas questão de cartão e lesão é normal no futebol, mas acredito que quem entrar e vestir a camisa vai estar bem preparado e com o objetivo que é buscar essa classificação", disse.

Compartilhar no
Edição: Aline Rodrigues
Por: Pâmella Maranhão

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário