• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

São Paulo e Inter fazem decisão por ida direta à Libertadores

Três pontos separam os times na tabela, com os tricolores à frente, com 57, na sexta colocação, uma acima dos colorados.

04/12/2019 09:19h

São Paulo e Internacional fazem nesta quarta-feira (4), a partir das 21h30, no Morumbi, confronto decisivo pela última vaga para a fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem.

Três pontos separam os times na tabela -com os tricolores à frente, com 57, na sexta colocação, uma acima dos colorados-, diferença que pode definir os planos de ambos os clubes para a próxima temporada. O Corinthians, em oitavo, com 53 pontos, ainda corre por fora na briga.


Leia também: Treino do São Paulo tem Luan e Liziero em disputa por vaga 


Entre os são-paulinos, que terminam o sétimo ano seguido sem conquistar qualquer título, a pressão é enorme. Caso a equipe se classifique apenas para a fase preliminar, há o risco do técnico Fernando Diniz e do diretor executivo de futebol do clube, Raí, serem demitidos.

"A pressão em um time como o São Paulo existe -aqui e em outros grandes, pelo tamanho e pelo tempo sem títulos. Mas o time absorve bem. Não tenho queixa dos jogadores. É um clube e uma torcida apaixonados por Libertadores. Então tem pressão para classificar direto. Temos uma decisão contra o Inter", disse Diniz.


Foto: Reprodução/Instagram

Para não depender do resultado dos outros dois concorrentes a duas rodadas do fim, o São Paulo só precisa derrotar o Inter.

Se empatar em casa, o time tricolor ainda poderá ter que derrotar o CSA no próximo domingo (8), em Maceió. Na última rodada, o Inter receberá o Atlético-MG, no Beira-Rio; já o Corinthians, que nesta 37ª rodada visitará o Ceará, vai fechar a temporada diante do Fluminense, em Itaquera.

Diniz estará suspenso da partida por acúmulo de três cartões amarelos e será substituído no banco de reservas pelo auxiliar Márcio Araújo, ex-jogador criado no clube, com destaque nos títulos do Paulista de 1985 e o Brasileirão de 1986.

Em compensação, o São Paulo terá força máxima entre os jogadores para a partida. O Inter também terá seus principais atletas à disposição -o meia D'Alessandro, que cumpriu suspensão na rodada anterior, ainda reforça a equipe.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário