Projeto de lei libera a venda de bebidas alcoólicas nos estádios piauienses

Venda é proibida desde 2003, mas pode ser permitida por meio de leis estaduais ou municipais

06/07/2017 08:10h

Compartilhar no
A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou, ontem, o projeto de lei que regulamenta a venda de bebidas alcoólicas em estádios de futebol no Piauí. De autoria do deputado estadual Júlio Arcoverde (PP), o projeto segue agora para sanção do governador Wellington Dias. 

Fotos: Jailson Soares/O DIA
De acordo com o deputado, há uma facilidade para o torcedor em consumir bebida alcoólica através de vendedores no entorno do estádio. Caso a venda seja liberada, seria uma forma de clubes e federação arrecadar de forma legal. 

“Falando em Piauí, a poucos metros do estádio Albertão, por exemplo, você vê a comercialização de bebidas alcoólicas. Então, a regulamentação para Federação e clubes seria uma forma de arrecadar no decorrer da temporada. Isso com algumas precauções como venda em copos e garrafas de plástico por exemplo”, explicou Júlio Arcorverde. 
O Estatuto do Torcedor, que está em vigor desde 2003, veta e proíbe a venda de “bebidas ou substancias alcoólicas”. Porém leis estaduais e municipais podem ser utilizadas como forma de burlar esse sistema e assim regulamentar a venda. A Lei Geral da Copa, que liberou a cerveja nos palcos das partidas durante o Mundial, fez com que surgisse um movimento para que a liberação fosse mantida. Essas, aliás, são as justificativas usadas pelo parlamentar piauiense. 
“O maior e principal evento futebolístico do mundo, que é a Copa do Mundo, aceita a venda de bebidas alcoólicas” disse
Compartilhar no
Edição: Aline Rodrigues
Por: Pâmella Maranhão

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário