• Enem
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Palmeiras prioriza Brasileiro e deixa obsessão por Libertadores de lado

Embora tenha chance de ficar na primeira colocação geral da competição sul-americana, alguns dos melhores atletas serão poupados do jogo desta quarta (8) contra o San Lorenzo.

07/05/2019 12:47h

Pelo menos por enquanto, o Palmeiras deixou um pouco de lado a obsessão pela Libertadores. Foi o que mostrou o planejamento feito por Luiz Felipe Scolari para o uso de seu elenco nos próximos dias. 

Já classificado para o mata-mata, mas ainda sem saber em qual posição, o clube alviverde decidiu escalar força máxima na próxima rodada do Brasileirão, no jogo que vale a liderança, contra o Atlético-MG, no domingo (12). O treinador não revelou quem serão os poupados, mas adiantou que Deyverson provavelmente não atuará.

O atacante participou das três rodadas e dará lugar a Borja ou a Arthur Cabral contra os argentinos. Felipão ainda trocará pelo menos mais dois atletas. O número ainda pode aumentar caso um dos zagueiros ganhe descanso. Ele optou por fixar duas duplas de zaga, como já foi em 2018.

"Vamos ver para quarta-feira, também já posso adiantar que vou mudar de dois a três jogadores, porque já estamos classificados", disse Felipão. "Vamos jogar só pelo primeiro lugar do grupo, e tenho que pensar na sequência do Brasileiro".

No ano passado, o  clube alviverde colocou força máxima nas partidas da Libertadores e conseguiu ser primeiro colocado na classificação geral, mesmo no chamado grupo da morte. O feito dá a vantagem de decidir os jogos em casa. Não impediu, no entanto, a eliminação diante do Boca Juniors na semifinal.


Melhor campanha e "gordura no brasileiro"

Com sete pontos em três jogos, o Palmeiras é o único time que disputa a Libertadores que está entre os seis melhores do Brasileirão. Nas outras duas rodadas após o Atlético-MG, inclusive, os adversários são desta zona: o Santos, o 4º colocado, e o Botafogo, 6º.

A ideia de Felipão é manter a vantagem também no campeonato nacional, para que o time tenha condições de brigar pelo título. É importante a "gordura" na tabela para que a situação no Brasileiro seja a melhor possível quando o mata-mata sul-americano começar a ser disputado.

Fonte: UOL / Folhapress

Deixe seu comentário