Palmeiras caminha para montar dois times titulares

Jogadores que estão impedidos de atuar na Copa do Brasil começam a ganhar mais espaço no Campeonato Brasileiro.

25/06/2017 12:56h

Compartilhar no

O Palmeiras que vai a campo neste domingo para enfrentar a Ponte Preta, às 16h, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro, certamente não será o mesmo de quarta-feira, para o duelo com o Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Paralelamente à busca por um time ideal, Cuca começa a definir também padrões para uma equipe alternativa, a fim de levar o elenco com equilíbrio ao longo das competições em disputa.

A definição da formação que jogará em Campinas foi feita a portas fechadas, mas é muito provável que o lateral-direito Mayke e os zagueiros Luan e Juninho sejam titulares. Eles já defenderam outros clubes na Copa do Brasil e, portanto, não poderão jogar no meio de semana, pelas quartas de final do torneio.

Como Zé Roberto não participou de treinos recentes devido a dores musculares e Egídio se apresenta, assim, como única opção contra o Cruzeiro, a tendência é que Juninho jogue improvisado na lateral esquerda diante da Ponte Preta. Já Luan, que até agora só atuou improvisado como volante, e Mayke atuariam em suas posições de ofício.

Luan (esq.) encara marcação de Mayke durante rachão (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Além do trio, há casos em que a condição física influenciará na escalação. O colombiano Yerry Mina e o venezuelano Alejandro Guerra costumam acusar mais desgaste do que os demais jogadores. Mais do que o zagueiro, o meia deverá ser preparado sempre para Copa do Brasil e Libertadores, prioridades para comissão técnica e diretoria.

Em situações como a deste fim de semana, que antecede um confronto de mata-mata, nomes pouco aproveitados passam a sonhar com oportunidades nesta espécie de segunda equipe titular. Os meias Raphael Veiga e Hyoran, por exemplo, são candidatos a substituir Guerra.

– Vou usar o que de melhor eu posso – disse o treinador palmeirense, na sexta-feira, quando também externou suas contas para tentar embalar no Campeonato Brasileiro.

Apesar do discurso em público, internamente a competição por pontos corridos está em segundo plano. Depois de conquistá-la na temporada passada, após um jejum de 22 anos, o Palmeiras tem como grande meta o título continental, vencido uma única vez, em 1999.

Para essa competição, os recém-chegados Mayke, Luan e Juninho terão condição de jogo. O trio de reforços será inscrito para as oitavas de final, contra o Barcelona de Guayaquil. O clube também procura um novo atacante para reforçar o elenco, que conta com 32 jogadores – número suficiente para dividir a atenção nas competições.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: globoesporte.com
Por: Tossiro Neto

Deixe seu comentário