• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

O que Tite pensa para a convocação da seleção para a Copa América

O técnico e a comissão técnica ainda fazem alguns ajustes finais na relação, mas o o time canarinho ganha forma com algumas novidades para a competição continental.

16/05/2019 10:49h

 A lista de convocados da seleção brasileira para a Copa América só será divulgada às 11h desta sexta-feita (17), mas já é assunto dentro da sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Tite e a comissão técnica ainda fazem alguns ajustes finais na relação, mas o o time canarinho ganha forma com algumas novidades para a competição continental. Apuramos o que se passa na cabeça do comandante da seleção às vésperas da definição final da lista e explica as disputas em cada setor do campo.

NERES EM VANTAGEM CONTRA LUCAS MOURA E VINI JR.

Tite imagina convocar seis jogadores para o ataque da seleção. E cinco nomes têm mais chances de seres chamados para a Copa América: Neymar, Richarlison, Roberto Firmino, Gabriel Jesus e Everton. Há uma sexta vaga em disputa, com David Neres bem à frente de dois concorrentes de peso.

Vinicius Júnior chegou a ser o favorito para esse posto, pela forma como conseguiu ser protagonista em um Real Madrid em crise na temporada. Uma lesão, entretanto, o fez perder força no páreo, justamente no momento de maior ascensão de Neres com o Ajax. O time holandês fez campanha espetacular na Liga dos Campeões, chegando à semifinal com o ex-jogador do São Paulo decisivo diante do time de Madrid e da Juventus. A eliminação para o Tottenham aconteceu justamente quando Neres foi desfalque por problema muscular e acabou fazendo outro jogador entrar na disputa.

Lucas Moura fez os três gols da classificação inédita do Tottenham à final da Champions e recebeu análise cuidadosa da seleção brasileira. Há, no entanto, uma sensação de que Lucas ainda não alcançou a regularidade suficiente para ter uma nova chance no Brasil -e também esteve abaixo do esperado quando convocado. Neres é o oposto. Vem de mais de uma temporada em alta e deu ótima resposta a Tite no amistoso contra a República Tcheca.


Foto: Reprodução

CÁSSIO GANHA FORÇA PARA SER O TERCEIRO GOLEIRO

Nas quatro listas pós-Copa do Mundo, os goleiros mais frequentes da seleção foram Alisson, do Liverpool, e Ederson, do Manchester City, que estiveram entre os melhores da temporada europeia. O posto de terceiro goleiro foi sempre destinado a garotos de clubes brasileiros para dar experiência a esses meninos. Mas, para valer, a vaga deve ser destinada a Cássio, do Corinthians. Ele leva muita vantagem na disputa com Neto, do Valencia, e Weverton, do Palmeiras.

THIAGO SILVA PERTO DA VAGA MESMO APÓS CIRURGIA

Na zaga, é improvável que o quarteto Miranda, Marquinhos, Militão e Thiago Silva não seja convocado. Thiago, mesmo após passar por uma artroscopia no joelho, não chega a preocupar tanto. Fisioterapeuta do PSG e convocado com frequência para a seleção, Bruno Maziotti informou à comissão técnica que o zagueiro estará pronto a tempo da Copa América.

Mesmo com todas as sinalizações positivas vindas da França, Tite pondera acrescentar um zagueiro na lista para evitar maiores problemas. Assim, Militão seria considerado para duas funções ao mesmo tempo: a própria zaga e também um reserva emergencial para Daniel Alves.

Esse cenário afetaria as pretensões do corintiano Fagner e de Danilo, do Manchester City. Eles brigam pela segunda vaga na lateral direita caso Tite opte por uma lista mais convencional, com quatro zagueiros e dois laterais de cada lado. Filipe Luis e Alex Sandro são os favoritos absolutos na esquerda.

TITE TEM DILEMA COM ALLAN E RENATO AUGUSTO

O meio de campo tem uma das disputas mais acirradas. Afinal, Renato Augusto sempre foi o homem de confiança da comissão técnica, uma referência para os jogadores. Ao mesmo tempo, Allan encantou Tite nas três convocações pós-Copa -e o técnico lamentou muito não tê-lo levado para o Mundial da Rússia, em 2018. Para que os dois fossem chamados ao mesmo tempo, Philippe Coutinho teria de ser considerado para o ataque, abrindo uma nova vaga no meio, mas fechando uma na frente.

A questão é que a temporada de Coutinho aberto pela esquerda no Barcelona foi repleta de críticas. Casemiro, Arthur, Fabinho e Lucas Paquetá são nomes certos na lista da Copa América.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário