• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Na seleção do Paulistão, Valéria fala em ano ‘incrível’ no São Paulo

A cerimonia aconteceu no Museu do Futebol, no estádio Pacaembu e a piauiense recebeu prêmio de melhor atacante da seleção Paulista

27/11/2019 09:25h

A piauiense Valéria Cantuário escreveu na noite da última segunda-feira (26) mais um belo capitulo em sua história. Vestindo a camisa do São Paulo Futebol Clube, equipe vice-campeã Paulista do ano de 2019 e que em 2020 irá disputar a divisão principal do Campeonato Brasileiro Série A1, ela foi uma das homenageadas pela Federação Paulista de Futebol (FPF), em cerimônia realizada no Museu do Futebol, no estádio Pacaembu, e está na seleção da competição, entre as melhores atacantes do torneio paulista. 

“Foi uma noite e um momento muito especial para mim, coroando esse ano que foi de crescente, vitorias e faltam palavras mesmo. Quero agradecer primeiramente a Deus e minha família, mas também a todos que de alguma forma sempre me apoiaram e acreditam no meu trabalho”, disse Valéria.


Valéria foi eleita uma das melhores atacantes da competição; ela vestiu a camisa do São Paulo - Foto: Reprodução

No clube desde fevereiro desse ano, a piauiense fez 19 jogos e marcou cinco vezes na competição, vice artilheira do time paulista. Valéria deve seguir no São Paulo nas próximas temporadas e buscar se destacar nas competições nacionais para estar na lista de convocadas da técnica Pia.

O Paulista Feminino 2019 bateu recorde de audiência na FPF TV, alcançando mais de 4 milhões de pessoas nos 59 jogos transmitidos. A grande final, na Arena Corinthians, entre São Paulo e Corinthians registrou outro recorde marcante: o maior público em uma partida feminina entre clubes no Brasil, com mais de 28 mil pessoas.

Ao longo da temporada 2019, Valéria formou ataque ao lado de nada mais, nada menos do que a atacante Cristiane, referência da Seleção Brasileira e fez parte desse projeto do São Paulo para conseguir se inserir na divisão principal do futebol feminino em 2020. Além de Cristiane, o ataque tem nomes como Ottília e Yaya, 17 anos e convocada pela técnica Pia Sundhage para seleção esse ano. 

Por: Pâmella Maranhão, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário