• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Mascote do Atlético-MG se desculpa após atitude machista com jogadora

O funcionário que interpreta o "Galo Doido" havia girado a atleta no centro do e esfregado as mãos antes de levá-las à boca

20/02/2020 17:02h - Atualizado em 20/02/2020 17:05h

A mascote do Atlético-MG foi a um treino do time feminino para se desculpar com a atleta Vitória Calhau, alvo de atitude considerada machista no último domingo (16). O clube divulgou nesta quinta-feira (20), por meio de suas redes sociais, um vídeo do encontro.

Quatro dias antes, o funcionário que interpreta o "Galo Doido" havia girado a atleta no centro do gramado e, em seguida, esfregado as mãos antes de levá-las à boca durante as apresentações de Diego Tardelli como novo reforço do clube e do elenco feminino, pouco antes da bola rolar entre Atlético e Caldense.

O registro divulgado pelo Atlético do pedido de desculpas mostra a mascote entregando uma carta a cada uma das jogadores presentes na Vila Olímpica, uma das sedes sociais do clube. O documento foi lido em voz alta pela própria Vitória Calhau, que pareceu emocionada.

"Comecei a escrever esta carta para vocês, atletas do Galo, mas percebi que é uma carta que precisa ser dirigida para toda a sociedade. Sempre representei a alegria e jamais tive a intenção de constranger alguém, mas os tempos mudaram. E ainda bem que mudaram", diz a carta.

"Peço desculpas, de coração, falo sobre reconhecer um erro, se arrepender e mudar. Não é da boca para fora, é porque realmente aprendi. Sei que aprendi de uma forma difícil, mas acredito que posso evoluir. E essa é uma grande oportunidade para que todos nós possamos melhorar e entender que o respeito está acima de tudo", acrescenta o documento.

Vitória disse desculpar a mascote sobre episódio, mas fez um alerta para que casos parecidos não voltem a ocorrer. "Eu aceito o pedido de desculpas. Só que, tanto aqui quanto em outros clubes, isso não pode acontecer, porque vivemos em um mundo muito machista", disse a jogadora.

Junto com a gravação, o clube divulgou que o intérprete do "Galo Doido", que não aparece sem a roupa da mascote no vídeo, pediu desculpas diretamente à atleta após a gravação do encontro. "O funcionário em questão foi advertido pelo clube e devidamente orientado", comunicou o Atlético.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário