• TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Juninho processará Corinthians por cancelar contratação

O jogador de 19 anos é acusado de violência doméstica contra a ex-namorada e o clube desistiu de tê-lo.

10/08/2018 09:45h

A defesa do atacante Juninho entrará com um pedido de ação indenizatória contra o Corinthians depois que o clube desistiu de contratar o jogador de 19 anos. Ele é acusado de violência doméstica contra a ex-namorada.
Em entrevista nesta quinta-feira (10) à Rádio Jornal, de Pernambuco, o defensor do atleta, Ernesto Cavalcanti,  classificou como "absurda" a decisão do time paulista.
"Estão execrando o rapaz, estão colocando o rapaz na sarjeta. Estão tentando, mas não vão conseguir transformar esse rapaz em um bandido. Esse rapaz não é um bandido, é um jovem que cometeu um erro e está tentando se recuperar", disse a defesa.
O jogador pertence ao Sport e responde desde novembro de 2017 a um processo sob acusação de violência doméstica, injúria e ameaça, movido por uma ex-namorada. Ele também possui um histórico de indisciplina pelos clubes que atuou.
O anúncio da contratação do atacante para as categorias de base foi repudiado por torcedores do Corinthians nas redes sociais. Diante das reações, a direção cancelou a transferência. A contratação ainda não havia sido oficializada.


Foto: Reprodução/Instagram

Em nota oficial, o presidente corintiano Andrés Sanchez afirmou que a intenção do clube ao negociar a contratação do atleta era ajudar na recuperação dele.
"O Corinthians visava não só atrair um promissor talento futebolístico, mas também encetar um processo de ressocialização dele. Sabedor de antecedentes desabonadores no seu passado, acreditamos que um jovem devidamente orientado teria condições de mudar", diz a nota.
Assim que a possibilidade da contratação foi discutida pelo clube, torcedores criaram nas redes sociais uma campanha virtual para fazer o Corinthians desistir do negócio. 
Alguns corintianos, inclusive, criticaram o fato de o time alvinegro discutir a contratação de Juninho no mesmo dia em que lançava mais um manifesto sobre a violência contra as mulheres.
Na quarta (8), o jogador chegou a desembarcar em São Paulo para se dirigir ao centro de treinamento do Corinthians, onde faria exames antes de assinar o contrato.
Juninho se defendeu das críticas que vem sofrendo. "Eu não gosto nem de tocar no assunto, a gente sabe que tem mentiras e tem verdades, né? A verdade é que eu estou pagando por uma coisa que eu não fiz, entendeu?", afirmou o atleta ao site do Globo Esporte.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado