• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Joia do Atletismo piauiense fala em “representar o Brasil no futuro”

Com apenas dois meses de treinamento, a atleta encarou o seu primeiro desafio em uma competição que reuniu os melhores atletas do Nordeste

27/08/2019 18:40h - Atualizado em 28/08/2019 09:55h

Promessa do Atletismo piauiense para os próximos anos, Dayara Cardoso, de apenas 14 anos, está vivendo os seus primeiros dias de glória no esporte. Depois de conquistar a primeira medalha de prata no arremesso se peso, no Norte-Nordeste, realizado no final de semana, em Fortaleza, a garota segue agora em preparação para campeonato brasileiro da categoria, que deve acontecer em setembro deste ano. 

Em entrevista na tarde desta terça-feira (27), a atleta fez uma avaliação do resultado conquistado no campeonato. “Foi muito importante porque tem poucos meses que eu estou treinando. Essa conquista proporcionou muitas alegrias tanto para mim quanto para minha família porque foi algo inédito, pelo fato de eu não ter tido experiência suficiente para estar ali, mas foi muito bom ter trazido essa medalha para o Piauí, ela ultrapassou as minhas expectativas”, disse. 

Dayara Cardoso se prepara para o Campeonato Brasileiro da categoria. Foto: Jailson Soares. 

Mesmo iniciante, a piauiense sabe na ponta da língua em quem deve se espelhar para conquistar bons resultados na carreira. Um exemplo é o atleta Luís Fábio, nome forte do lançamento de disco e arremesso de peso piauiense.  “É verdade, meu sonho é poder um dia representar o Brasil no futuro, vou treinar para consegui bons resultados”, declarou. 

Com apenas dois meses de treinamento, a atleta encarou o seu primeiro desafio em uma competição que reuniu os melhores atletas do Nordeste. A jovem falou também de como começou o interesse pela modalidade.

“Meu professor me chamou para participar de uma competição escolar, ele pegou uma turma inteira e começou a treinar a gente. Eu cheguei até pensar em desistir, mas ele insistiu para que eu continuasse. Aí no campeonato eu fiquei em primeiro e segundo lugar na minha categoria, eu só tenho a agradecer a ele”, concluiu. 

O técnico Lucas de Sousa, mais conhecido com Mário, treinou parte da equipe que viajou para Fortaleza. Das oito medalhas conquistadas pelo Piauí no final de semana, quatro foram de seus treinantes. Ele explicou como acontece o trabalho de descoberta de novos talentos no Estado. 

“A gente começa descobrir eles nas escolas públicas da capital. Os professores já nos conhecem e passam os meninos para nossa equipe. O projeto se baseia em dar uma continuidade pós-escola. Às vezes, acontece do colégio trabalhar esses meninos até o nono ano e o professor acaba perdendo o vínculo com o atleta e, consequentemente, ele se perde”, disse.

O Atletismo piauiense conquistou oito medalhas durante participação no Troféu Norte-Nordeste de Atletismo Sub-16, no domingo (25), em Fortaleza. Ao todo, a delegação piauiense trouxe para o Piauí duas medalhas de ouro, quatro de prata e duas de bronze. Na colocação geral, o estado terminou na quarta posição.

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado

Deixe seu comentário