• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Internado em São Paulo, Pelé segue em bom estado clínico

retirada do cálculo renal, segundo boletim divulgado na tarde desta quarta (10) pela equipe médica, ainda não tem data definida.

10/04/2019 19:40h

Internado desde terça-feira (9) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, Pelé segue em bom estado clínico. A retirada do cálculo renal, segundo boletim divulgado na tarde desta quarta (10) pela equipe médica, ainda não tem data definida.

"O paciente Edson Arantes do Nascimento segue estável e encontra-se em bom estado geral sob o ponto de vista clínico. Os exames demonstraram a presença de cálculo em ureter esquerdo, cuja remoção está programada para esta internação, mas ainda sem data definida", diz o comunicado.

Pelé teve uma infecção urinária causada por um cálculo no ureter, que é um cálculo renal. A infecção foi controlada no Hospital Americano, em Paris, e agora o cálculo será retirado em São Paulo. Segundo o ex-atleta, ele foi operado durante a internação na França.

"Enquanto eu estava aqui em Paris, eu sofri uma severa infecção urinária que requisitou assistência médica e cirúrgica emergencialmente. Mas, graças ao grande carinho do time de médicos do American Hospital of Paris, eu estou pronto para viajar para casa", afirmou por meio de uma nota divulgada na segunda (80.

Pelé foi internado na última quarta-feira (3), logo depois de seu encontro com o jogador Kylian Mbappé ocorrido na capital francesa. A alta médica na França veio apenas cinco noites depois. O ex-atleta voltou a ser internado, então, logo após o desembarque em São Paulo.

A saúde de Pelé tem sido motivo de preocupação nos últimos anos. Além das duas infecções urinárias (2014 e 2019), ele fez operações na coluna (2015) e no quadril (2012 e 2016), o que atrapalha sua mobilidade.

HOMENAGEM

Nesta quarta, a Conmebol anunciou, durante o 70º Congresso da entidade, no Rio de Janeiro, a condecoração de Pelé com a Ordem da Honra do Futebol Sul-Americano. O presidente Alejandro Dominguez disse que a homenagem é um reconhecimento à carreira e será entregue quando o ex-jogador deixar o hospital.

"Decidimos conferir a mais alta distinção da Conmebol a Pelé como mostra de reconhecimento pela criação do jogo bonito. A condecoração será entregue tão logo Pelé saia do hospital", disse Alejandro Dominguez.

Também presente no congresso, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, desejou pronta recuperação a Pelé.

"Lamentavelmente ele não pode estar conosco por questão de saúde, mas estamos com ele no coração. Era um momento de reconhecimento por demonstrar que na América do Sul nascem e vivem os melhores. Desejamos nosso carinho e recuperação", disse.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário