• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Jaime Oncins visita estado e acompanha jogos do Piauiense

Ele hoje é capitão do Brasil na Copa Davis. Oncins faz uma avaliação sobre o cenário do tênis no Estado.

11/06/2019 07:24h - Atualizado em 11/06/2019 07:29h

Jaime Oncins está pela primeira vez em solo piauiense. O ex-tenista, que hoje é capitão do Brasil na Copa Davis, ministra uma clinica aos tenistas do estado, faz uma avaliação sobre o cenário no Piauí, que ainda busca uma ascensão. Em Teresina, Jaime teve a oportunidade de acompanhar as finais da 3ª etapa do Circuito Teresinense e as disputas da 2ª classe e 3ª classe.

“É sempre importante quando você tem essa oportunidade do intercâmbio, tanto para a nova geração. É primeira oportunidade que eu tenho de vir ao Piauí e até comentei que é um dos poucos estados que eu não conhecia no Brasil. Espero conseguir passar minha experiência. Eu estou cinco anos trabalhando fora e inclusive tive a oportunidade de trabalhar com um jogador que é do Piauí, o Vinícius Nogueira, e que hoje em dia está jogando por uma Universidade. Então, essa troca de informações é importante”, afirmou Jaime.


Foto: Jailson Soares/O Dia

A oportunidade de ter Jaime por perto é vista com excelentes olhos pelos atletas do estado, em especial para o garoto Bruno Ibiapina, 13 anos, que hoje é visto como o principal nome do estado. Bruno estava em quadra para mais uma final do Piauiense, pela 2ª classe contra Marcelo Pires, mas destacou a presença de Jaime como algo inspirador. “É muito bom. Jaime foi um ótimo jogador, top50 do Brasil e para mim a experiência de ter ele por perto é muita boa”, conta Bruno.

Ao longo de sua carreira, Oncins conquistou cinco títulos de duplas pela ATP, dois de simples, chegou a ser o número 34º do mundo em simples e 22º em duplas. Chegou a ser sétima dupla do mundo no ranking mundial de duplas ao lado do argentino Daniel Orsanic, vice-campeão de Roland Garros nas duplas mistas ao lado da argentina Paola Soares e semifinalista de duplas ao lado de Daniel Orsanic. Por último, e talvez o mais importante, participou das Olimpíadas de Barcelona em 1992 e de Sydney em 2000.

“O tênis exige muito foco e muita disciplina. É um esporte bem difícil, como todos os esportes de alto rendimento. O importante é você traçar metas curtas, gostar do que você está fazendo, depois atingir um aprimoramento e aí sim o que você vai ser no futuro somente o tempo vai dizer, mas você tem que ter consciência que precisa trabalhar muito duro”, disse Jaime Onscins.

A clinica de Jaime acontece hoje (11), às 18h, na Radical tênis, Logo em seguida, acontece a final da 3ª etapa do Piauiense de Tênis primeira classe. 

Por: Pâmella Maranhão - Jornal O Dia

Deixe seu comentário