• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Dez jogos, polêmicas e indefinição do futuro marcam ano de Neymar

Neste mesmo período, o PSG entrou em campo 30 vezes e a seleção brasileira, 10.

09/07/2019 09:52h - Atualizado em 09/07/2019 10:29h

Enquanto seu companheiro de Paris Saint-Germain (PSG), Kylian Mbappé, fez 30 partidas em 2019 (cinco pela seleção da França), Neymar terminou o primeiro semestre com apenas dez jogos (um pelo Brasil).

Neste mesmo período, o PSG entrou em campo 30 vezes e a seleção brasileira, 10. Roberto Firmino, atacante do Liverpool e da seleção, também fez 30 jogos neste ano, nove sob o comando de Tite.

O número baixo se deve à lesão sofrida por Neymar em janeiro, uma fratura no mesmo quinto metatarso que o deixou fora de parte da temporada 2017/18. Ambas as lesões o tiraram das eliminações da Liga dos Campeões, primeiro para o Real Madrid e depois para o Manchester United.

O jogador, que não se reapresentou ao PSG na data marcada pelo clube, tem especulado seu retorno ao Barcelona. O atacante, por meio de sua assessoria, diz que informou os franceses sobre os compromissos comerciais que atrasariam sua volta a Paris.


LEMBRE O CONTURBADO 2019 DE NEYMAR

Lesão

Em janeiro , na partida com o Strasbourg pela Copa da França, Neymar deixa o campo no segundo tempo. Exames constatam lesão no quinto metatarso, o mesmo que ele havia fraturado em 2018.

Soco

Ele retorna após 94 dias. Na última partida do PSG na temporada, a derrota na final da Copa da França para o Rennes, quando os jogadores subiam as arquibancadas para receber a medalha de prata, Neymar agride um torcedor.  

Acusação

Em meio à preparação para a Copa América, é divulgada a notícia de que uma mulher, Najila Trindade, acusa Neymar de estupro  em Paris. O crime teria acontecido na noite de 15 de maio, no hotel de Najila. As investigações ainda estão em andamento e recentemente a delegada Juliana Lopes Bussacos pediu à Justiça mais tempo para concluir o inquérito.

Corte

Na única partida que disputou pela seleção no ano, o amistoso contra o Qatar, ficou em campo 16 minutos até sair machucado. Após exames, o atacante foi cortado do elenco que venceu a Copa América. 

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário