Depois de reformas, Altos realiza seu primeiro treino no estádio Felipão

Sábado, Altos volta a campo contra o Santos, do Amapá, às 17h, no Lindolfo, com portões fechados.

02/06/2017 08:30h - Atualizado em 02/06/2017 09:22h

Compartilhar no

Na tarde de ontem (1º), o Altos realizou seu primeiro treino no estádio Felipão. Depois de um ano em reformas o local volta a ser casa do Jacaré e a reabertura oficial acontece no dia 25 de junho quando o time encara o Tocantins, em jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro Série D. Até lá, o grupo deve realizar alguns treinos no Felipão como forma de se readaptar ao gramado que foi modificado por completo. No sábado (3), o Altos volta a campo quando encara o Santos, do Amapá, às 17h, no Lindolfo. A partida acontece com portões fechados, pois o estádio está sem os laudos necessários para receber torcida. 


Primeiro treino do time do Altos depois da reforma concluída do estádio Felipão (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)
A reforma do estádio Felipão, na cidade de Altos, teve início no meio do ano passado e agora o estádio se apresenta com muitas mudanças. O gramado foi trocado por completo, alambrado, rampa de acessibilidade e arquibancada para visitantes construída. O local também recebeu uma nova pintura. Além disso, banheiros e lanchonetes estão sendo construídos. Para o presidente Warton Lacerda, a reabertura do estádio traz inúmeros benefícios para o time. 

“Primeiro treino depois da reforma que não está concluí- da ainda, mas já dá para ver que é um bom campo. Espero trazer grandes alegrias para a cidade de Altos com o time jogando aqui. O gramado vai ajudar nosso time, que é uma equipe que trabalha muito a bola, e nos campos em Teresina não da para trabalhar e a cidade porque os torcedores vão estar em casa”, disse Warton.

Mais de 100 torcedores presentes no treino 

Os torcedores demonstraram sentir falta de acompanhar o Alviverde de perto. No treino da tarde de ontem (1º), quase 100 pessoas compareceram e observaram a equipe. “Estamos felizes e sempre estávamos acompanhando com dificuldades tendo que ir para Teresina, sempre, e bom mesmo vai ser quando o estádio estiver completamente pronto e receber a primeira partida, pois vamos lotar a casa”, afirmou o torcedor Francisco Pessoa. 

Entre os jogadores a sensação de retornar a casa também é boa. Para o meia Esquerdinha, que veste a camisa do Altos desde 2015, o estádio Felipão vem fazendo bastante falta. “Estamos muito tempo sem treinar, sem jogar aqui e ter o apoio maciço da nossa torcida. O Lindolfo Monteiro foi importante para a gente todo esse tempo, mas esperamos voltar a jogar aqui logo e até lá é nos adaptar ao novo gramado, novo estádio, novo espaço de campo”, conta Esquerdinha. 

Torcedores dizem que estão felizes em acompanhar o treino do time do Altos no estádio Felipão.
Essa semana a diretoria do Altos descobriu que não vai poder receber torcedores na partida que manda no sábado (3) contra o Santos, do Amapá, pela Série D, porque o estádio Lindolfo Monteiro está com os laudos vencidos. Com o Albertão de portas fechadas, o presidente acrescenta a importância de voltar a ter o Felipão como casa. “Logística, campo e questão de renda, tudo isso faz diferença. Perdemos muito esse ano jogando fora”, disse Warton.

Compartilhar no
Edição: Luiz Carlos Oliveira
Por: Pâmella Maranhão

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário