• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Corinthians derruba Ferroviária e conquista Libertadores feminina

o estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador, o time alvinegro levou a melhor por 2 a 0, gols de Giovanna Crivelari e Juliete, venceu a revanche e conquistou o título sul-americano pela segunda vez.

29/10/2019 09:37h

Superado pela Ferroviária na final do Campeonato Brasileiro feminino, o Corinthians se vingou na decisão da Copa Libertadores. No estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador, o time alvinegro levou a melhor por 2 a 0, gols de Giovanna Crivelari e Juliete, venceu a revanche e conquistou o título sul-americano pela segunda vez.

Campeã em 2017 em parceria com o Audax, a equipe do Parque São Jorge repetiu a conquista de maneira invicta, com cinco vitórias e um empate. Na decisão brasileira, mostrou por que está sem derrota há 43 partidas, dominou o confronto e, diferentemente do que havia feito na final do Nacional, evitou a disputa por pênaltis.

A exemplo do que havia ocorrido no duelo derradeiro do Brasileiro, o Corinthians controlou a posse de bola na maior parte do confronto. Mais uma vez, porém, encontrou dificuldades para superar a goleira Luciana, figura importante do elenco da Ferroviária.

A rede chegou a ser balançada por Tamires, logo aos dez minutos do primeiro tempo, mas a jogada foi mal anulada por impedimento. Atuando no meio-campo, Tamires se tornou a principal articuladora do time preto e branco, que construiu chances até chegar aos gols do título.

O primeiro deles saiu aos 34 minutos do segundo tempo, quando a melhor em campo avançou pela intermediária, chegou à entrada da área e tocou no meio para Crivelari, que havia entrado não fazia muito tempo e bateu de bico. Aos 46, Juliete tabelou com Vic Albuquerque e matou o jogo.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário