F-1: com Hamilton em primeiro, Mercedes domina início de testes

O companheiro de equipe do britânico, Valtteri Bottas, que pilotou pela manhã, foi o segundo. Os dois ficaram separados por pouco mais de três décimos.

20/02/2020 10:15h - Atualizado em 20/02/2020 10:21h

Compartilhar no

A Mercedes começou na frente os testes coletivos de pré-temporada da Fórmula 1, no circuito da Catalunha, na Espanha, nesta quarta-feira (19). Atual campeão do mundial de pilotos, Lewis Hamilton andou apenas no período da tarde e foi o mais rápido do dia.

O companheiro de equipe do britânico, Valtteri Bottas, que pilotou pela manhã, foi o segundo. Os dois ficaram separados por pouco mais de três décimos, em um dia em que todas as equipes conseguiram somar bastante quilometragem mesmo com carros completamente novos.

Já a Ferrari testou com Charles Leclerc, depois que Sebastian Vettel, inicialmente escalado, pediu para descansar por causa de um resfriado. O monegasco deu 132 voltas, mas foi apenas o 11º colocado entre os 15 pilotos que marcaram tempo. A equipe italiana confirmou que ele e Vettel irão à pista nesta quinta (20).

O terceiro lugar ficou com Sergio Perez, da Racing Point, depois de rumores de que o carro não estaria pronto para o primeiro dia de testes. O mexicano foi mais rápido que Max Verstappen, quarto colocado. O holandês foi, aliás, o personagem do dia, depois de rodar por duas oportunidades e de ser o piloto que mais trabalhou -foram 168 voltas, o equivalente a quase três GPs da Espanha, ao longo das 7h de atividade.


Com Hamilton em primeiro, Mercedes domina início de testes da F-1 - Foto: Reprodução/Instagram

Daniil Kvyat, com a Alpha Tauri, foi o quinto colocado. A equipe é a mesma Toro Rosso do ano passado, mas foi rebatizada neste ano como forma de promover a marca de roupas da Red Bull, dona do time.

Pela McLaren, Carlos Sainz fez o sexto melhor tempo, enquanto Daniel Ricciardo, da Renault, foi o sétimo. Todos os sete primeiros colocados ficaram separados por menos de nove décimos.

Esteban Ocon, que volta ao grid neste ano como companheiro de Ricciardo, fez o oitavo melhor tempo, e foi seguido por Lance Stroll, da Racing Point.

O dia foi bastante positivo para a Williams, principalmente em comparação com o ano passado, quando o time só começou a testar a partir do terceiro dia de atividades. Desta vez, a equipe somou 136 voltas, com George Russell andando pela manhã -e fazendo um tempo meio segundo mais rápido que o da classificação do GP da Espanha de 2019- e o único estreante da temporada, Nicholas Latifi, terminando em 12º.

A 15ª e última colocação ficou com Antonio Giovinazzi, com desempenho bem aquém dos demais: sua Alfa Romeo deu apenas 66 voltas e ele foi 1s630 mais lento que o antepenúltimo colocado, Kevin Magnussen, da Haas.

Os testes de pré-temporada continuam nesta quinta e sexta-feira (21) e terão mais três dias na semana que vem. A temporada da F-1 começa dia 15 de março, no GP da Austrália.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Julianne Cesaroli, da Folhapress

Deixe seu comentário