CBF muda a cor do escudo em apoio a Tinga

Além de publicar uma imagem com o escudo em preto e branco, a entidade pediu um mundo “sem racismo, preconceito e desrespeito”.

13/02/2014 14:20h

Compartilhar no

A CBF se manifestou através do Twitter para apoiar o volante Tinga, do Cruzeiro, vítima de cânticos racistas por parte da torcida do Real Garcilaso, na última quarta-feira, pela Taça Libertadores, no Peru.

Além de publicar uma imagem com o escudo em preto e branco, a entidade pediu um mundo “sem racismo, preconceito e desrespeito”, além de utilizar as hashtags #SomosIguais e #FechadoComOTinga.

Compartilhar no
Fonte: GE

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário