Campeonato Italiano lança campanha antirracista com jogadores de todos os clubes

Campeonato Italiano de futebol, lançou neste mês de março uma campanha antirracista com a participação de futebolistas dos 20 clubes da primeira divisão da Itália

30/03/2021 21:46h

Compartilhar no

A Lega Série A, que tem o domínio sobre o Campeonato Italiano de futebol, lançou neste mês de março uma campanha antirracista com a participação de futebolistas dos 20 clubes da primeira divisão da Itália. Intitulada de “Keep Racism Out” (Mantenha o racismo de fora), o vídeo institucional mostra os atletas de cada equipe que disputa o torneio vestindo a camisa em alusão à campanha e fazendo algumas declarações contra o racismo. As duas principais estrelas do campeonato, o português Cristiano Ronaldo e o sueco Zlatan Ibrahimovic , não participaram da iniciativa. Em vez disso, o centroavante Álvaro Morata representou a Juventus, e o zagueiro Tomori, o Milan.

Em 2019, a Lega Série A já havia proposto uma ação antirracismo, só que dessa vez utilizando obras de arte. Porém, a obra que tinha como foco chimpanzés com o rosto pintado de várias cores diferentes não foi muito bem recebida. De acordo com alguns grupos de combate ao racismo, essa ideia era uma piada doentia, e as imagens acabaram sofrendo muitas críticas nas redes sociais, tanto na Itália quanto em outros países. O grupo Fare, uma entidade conhecida por sua luta contra o racismo, disparou: "Essas criações são um ultraje, elas serão contraproducentes e continuarão a desumanização das pessoas de origem africana. É difícil entender o que a Série A estava pensando, quem eles consultaram?".

  Já a Lega Série A se defendeu, dizendo que os quadros produzidos pelo artista Italiano Simone Fugazzotto serão exibidos de maneira permanente no hall de entrada da instituição para "ressaltar o compromisso do mundo do futebol contra todas as formas de discriminação e têm como objetivo espalhar os valores da integração, do multiculturalismo e da irmandade". Fugazzotto é conhecido no meio artístico por sempre utilizar chimpanzés em suas obras, e para ele a palavra “macaco” deve parar de ser censurada no futebol para que esse conceito seja invertido e deixe de ser pejorativo, já que todos nós temos esse ancestral em comum. Segundo ele, o que realmente importa é pregar um conceito de irmandade e igualdade.

Competitividade

Outro assunto que vem rendendo bastante no Campeonato Italiano é a competitividade que o torneio vem tendo nesta temporada, já que nos últimos nove anos a Juventus de Turim ganhou o campeonato sem muitas dificuldades, disparando na ponta da tabela desde o início da competição. Na atual edição, outros grandes clubes do país tomaram a liderança do torneio, e os favoritos a levantarem a taça são a Internazionale de Milão e o Milan. E os torcedores, além de vibrarem com o bom desempenho dessas equipes, têm lotado as plataformas de apostas esportivas nos dia de partida, sendo que um dos sites de maior cobertura no setor, o brazino777 é confiável e passou a aceitar usuários brasileiros, oferecendo promoções e odds incríveis para esse público. Já a Juventus, mesmo com grandes nomes no time, como Paulo Dybala, Cristiano Ronaldo e o técnico Andrea Pirlo, tem apresentado um desempenho muito abaixo do esperado, ocupando somente a quarta colocação do torneio, com a possibilidade de nem mesmo disputar a UEFA Champions League caso continue apresentando o péssimo futebol das últimas partidas.

Além disso, a imprensa italiana não tem poupado críticas a equipe de Turim, que acabou sendo eliminada da Champions League nas oitavas de final, para o Porto, uma equipe de menor expressão no cenário europeu se comparado com a Juventus. Dessa forma, Cristiano Ronaldo tem demonstrado uma insatisfação com o elenco atual do time, solicitando que a equipe busque alguns outros futebolistas para que ele divida a responsabilidade em “carregar” o time. Já para a imprensa e alguns torcedores, o Robozão não é mais o mesmo, não conseguindo ser tão decisivo quanto já foi um dia. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário