• Patrimônio 30/04
  • banner marcas
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03

Botafogo e jogadores emitem notas de repúdio a protestos após eliminação

Cerca de 20 torcedores arremessaram pedras e até um cone de trânsito na delegação.

08/02/2018 14:46h

O Botafogo emitiu um comunicado oficial nesta quinta-feira (8) repudiando os protestos ocorridos no retorno do clube ao Rio de Janeiro após a eliminação na Copa do Brasil. Cerca de 20 torcedores arremessaram pedras e até um cone de trânsito no ônibus da delegação.
"O Botafogo de Futebol e Regatas, vem por meio desta lamentar toda e qualquer forma de violência, mal que assola a nossa sociedade diariamente. A desclassificação na Copa do Brasil não foi o resultado esperado e pelo qual trabalhamos muito e entendemos que todo protesto por parte dos botafoguenses é válido, desde que não seja de forma violenta", diz o clube em nota.
"O clube repudia o ato de vandalismo contra a delegação alvinegra após a chegada ao Rio de Janeiro, que teve o ônibus apedrejado por pessoas que certamente não representam a maior parte da nossa torcida, colocando em risco a integridade física de nossos atletas e membros da comissão técnica. Convivemos diariamente com a violência em nosso Estado, em nossa cidade, com a população sendo vitimada, inclusive crianças. Fica a nossa indignação e também o compromisso de trabalhar cada vez mais para que o Botafogo esteja sempre no lugar que merece. Tomaremos as providências cabíveis".


Foto: Torcedores.com

Além do Botafogo, os próprios jogadores soltaram um comunicado oficial em suas redes sociais. O zagueiro Igor Rabello e o atacante Kieza foram alguns dos que se manifestaram após o ocorrido.
"Nós, jogadores do Botafogo de Futebol e Regatas, trabalhamos incessantemente de forma diária para representar o clube e sua torcida da melhor forma possível. Sabemos que a eliminação da Copa do Brasil não foi o resultado que o nosso torcedor esperava, assim como nós, mas repudiamos o ato de vandalismo de algumas pessoas na chegada da nossa delegação ao Rio de Janeiro", diz a nota.

"Fomos atacados com pedras que quebraram as janelas e que poderiam ter ferido a nós atletas e aos integrantes da comissão técnica. Sempre pregamos a paz nos estádios e esse tipo de comportamento não vai de encontro a isso. Não é com violência que as coisas devem ser resolvidas. O momento é de reflexão e ainda mais dedicação por parte do grupo unido que temos para corrigirmos erros e evoluirmos. Sabemos da nossa responsabilidade e também que os verdadeiros botafoguenses estarão conosco pela retomada do Botafogo".
O Botafogo perdeu para a Aparecidense por 2 a 1 na estreia da Copa do Brasil e foi eliminado da competição, na última terça-feira (6).

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário