• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Black Friday 2019: veja dicas de como evitar golpes durante compras na internet

Descontos começam nesta sexta-feira (29). O advogado especialista em direito do consumidor, Jeremias Moura, dá dicas para não cair em armadilhas.

29/11/2019 15:23h - Atualizado em 29/11/2019 17:06h

A temporada de descontos da Black Friday 2019 começou oficialmente nesta sexta-feira (29) em Teresina. Se comprar produtos na internet sempre merece atenção especial, os cuidados com as ofertadas tentadoras devem ser redobrados, pois podem estar disfarçadas de divulgação de promoções falsas, golpes e roubos de dados.

Segundo o advogado especialista em direito do consumidor, Jeremias Moura, é importante que o consumidor verifique a procedência dos sites de compras antes de efetuar uma negociação.

“É importante que o consumidor não entre em sites não referenciados e, de repente, nem siga aquelas promoções que se recebe por e-mail, facebook, instagram, redes sociais, porque muitas vezes não há como certificar a segurança. Isso tudo pode trazer um prejuízo tremendo para o sujeito que comprar algo por meio do comércio eletrônico e não consegui receber”, alerta.

Jeremias Moura durante entrevista ao O Dia News. Foto: Jorge Machado.

Ainda de acordo com o especialista, os harckers estão sempre em busca de oportunidades para roubar dados de pessoas pela internet. Por isso, antes de comprar online, Jeremias alerta para fraudes por meio de ofertas intermediárias.

“É importante que o consumidor chegue até a loja preferida por meio de busca no Google e não por links intermédios que vai aparecer para nele nesse período. Às vezes acontece de o consumidor clicar na proposta intermediária e ser direcionado para um outro site que não é aquele que efetivamente está sendo anunciado. E muitas das vezes nessas circunstâncias acontecem fraudes”, explica.

Veja 5 itens na hora de comprar e orientações do especialista:  

1. Verificar se os preços são vantajosos: não compre por impulso. Compare preços, saia de casa com o produto em mente para evitar endividamentos.

2. Compra pelo celular: use aplicativos de lojas oficias.

3. Pagamento por meio de transferências bancárias: desconfie da forma de pagamento. O ideal é que se faça compras por cartão de crédito, pois em caso de fraude a operadora poderá suspender a transação.  

4. Lojas falsas: cuidado com ofertas tentadoras de páginas desconhecidas, que visam roubar dados

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário