Barrichello vence etapa premiada da Stock Car e ganha R$ 1 milhão

Foi o primeiro prêmio de R$ 1 milhão que o piloto recebeu da categoria.

03/08/2014 14:09h

Compartilhar no
O piloto Rubens Barrichello engordou sua conta bancária neste domingo após vencer a Corrida do Milhão. A prova disputada no autódromo Ayrton Senna, em Goiânia, é a mais valiosa da categoria porque é a única etapa que oferece R$ 1 milhão ao vencedor. A vitória do ex-ferrarista de 42 anos foi emocionante. 

A vantagem sobre o segundo colocado, Thiago Camilo, foi por centímetros. Os dois chegaram para a reta final colados; Rubinho ainda fechou o canto direito para não ser ultrapassado a metros da bandeirada.

Foi o primeiro prêmio de R$ 1 milhão que o piloto recebeu da categoria. Na comemoração, Barrichello foi à loucura.

Ele fez o "zerinho" com a porta do carro aberta. Pouco depois, o piloto subiu em cima do veículo, abraçou o filho e fez a tradicional sambadinha, além do "arrocha", dança sertaneja, como havia prometido em entrevista à Globo dias antes. No pódio, ele e o filho Dudu choraram abraçados. 

"Foi demais, velho!! Eu estou me segurando", vibrou Rubinho, à Globo.

Rubinho travou intensa disputa com Thiago Camilo, da RCM, com direito a várias ultrapassagens na disputa entre ambos.

Rubens, da equipe Full Time, largou na pole position. Thiago Camilo, da RCM, era o 3º colocado a 25 min do fim da prova. Camilo ultrapassou Átila Abreu, da AMG Motorsport, e partiu para cima de Barrichello.

Desde então, Camilo e Rubinho iniciaram o pega. Eles foram ao boxes a menos de 20 minutos para o término da prova. O ex-piloto da Fórmula 1 manteve a ponta após a parada dos dois pilotos.

Camilo assumiu a posição a menos de 10 min do fim. Rubinho recuperou a posição de Camilo pouco depois. Camilo voltou a ultrapassar a 6 min do término da prova. O ex-piloto da Ferrari voltou a ficar na frente a 4 min. na volta final, Camilo colou em Barrichello no vácuo e tentou o bote na reta da bandeirada, mas não conseguiu a ultrapassagem. Galid Osman foi o terceiro colocado na prova.

A corrida, válida pela 5ª etapa da Stock Car, foi transmitida pela Rede Globo e contou com a participação de Felipe Massa nos comentários. A liderança da competição pertence a Átila Abreu. Camilo é o segundo colocado.

A vantagem sobre o segundo colocado, Thiago Camilo, foi por centímetros. Os dois chegaram para a reta final colados; Rubinho ainda fechou o canto direito para não ser ultrapassado a metros da bandeirada.

Foi o primeiro prêmio de R$ 1 milhão que o piloto recebeu da categoria. Na comemoração, Barrichello foi à loucura.

Ele fez o "zerinho" com a porta do carro aberta. Pouco depois, o piloto subiu em cima do veículo, abraçou o filho e fez a tradicional sambadinha, além do "arrocha", dança sertaneja, como havia prometido em entrevista à Globo dias antes. No pódio, ele e o filho Dudu choraram abraçados. 

"Foi demais, velho!! Eu estou me segurando", vibrou Rubinho, à Globo.

Rubinho travou intensa disputa com Thiago Camilo, da RCM, com direito a várias ultrapassagens na disputa entre ambos.

Rubens, da equipe Full Time, largou na pole position. Thiago Camilo, da RCM, era o 3º colocado a 25 min do fim da prova. Camilo ultrapassou Átila Abreu, da AMG Motorsport, e partiu para cima de Barrichello.

Desde então, Camilo e Rubinho iniciaram o pega. Eles foram ao boxes a menos de 20 minutos para o término da prova. O ex-piloto da Fórmula 1 manteve a ponta após a parada dos dois pilotos.

Camilo assumiu a posição a menos de 10 min do fim. Rubinho recuperou a posição de Camilo pouco depois. Camilo voltou a ultrapassar a 6 min do término da prova. O ex-piloto da Ferrari voltou a ficar na frente a 4 min. na volta final, Camilo colou em Barrichello no vácuo e tentou o bote na reta da bandeirada, mas não conseguiu a ultrapassagem. Galid Osman foi o terceiro colocado na prova.

A corrida, válida pela 5ª etapa da Stock Car, foi transmitida pela Rede Globo e contou com a participação de Felipe Massa nos comentários. A liderança da competição pertence a Átila Abreu. Camilo é o segundo colocado.

Compartilhar no
Fonte: UOL

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário