• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Barça fica em grupo mais forte em sorteio da Champions League

O sorteio foi realizado pela Uefa nesta quinta (28), em Mônaco.

30/08/2019 11:50h

Com ou sem a contratação de Neymar, o Barcelona terá a chave mais difícil na fase de grupos da Champions League desta temporada.

A equipe que não vence o título desde 2015. Com ataque com Lionel Messi, Luis Suárez e Antoine Griezmann, tenta fechar com o Paris Saint-Germain a contratação de Neymar. Colocado no Grupo F, o clube espanhol vai enfrentar o Borussia Dortmund (ALE), a Internazionale (ITA) e Slavia Praga (TCH). 

O sorteio foi realizado pela Uefa nesta quinta (28), em Mônaco. 

É  o único grupo a reunir três times que já foram campeões do torneio. O Barcelona tem cinco conquistas (1992, 2006, 2009, 2011 e 2015). Duas a mais que a Internazionale (1964, 1965 e 2010). O Dortmund levantou o troféu em 1997.

Se permanecer no PSG, porém, Neymar vai enfrentar a outra equipe que tinha interesse em contratá-lo. O clube francês está no Grupo A ao lado do Real Madrid (ESP). Club Brugge (BEL) e Galatasaray (TUR), completam a chave.


Foto: Reprodução/Instagram

Haverá também outras partidas de destaque nesta fase, como a entre Juventus (ITA) e Atlético de Madri (ESP), que vão repetir o confronto das oitavas de final da temporada passada. O Liverpool (ING), atual campeão, novamente está na mesma chave do Napoli (ITA), como aconteceu em 2018.

A primeira rodada está marcada para os dias 17 e 18 de setembro. A final acontecerá em Istambul, na Turquia, em 30 de maio de 2020.

Durante o sorteio, a Uefa entregou os prêmios para os melhores do último torneio. O brasileiro Alisson, do Liverpool, foi eleito o melhor goleiro. O zagueiro holandês Virgil van Dijk, também da equipe inglesa, foi escolhido o melhor defensor. O meia mais destacado foi o holandês Frenkie de Jong, que estava no Ajax (HOL), mas atualmente atua pelo pelo Barcelona. Lionel Messi venceu como melhor atacante. 

Van Dijk também foi eleito o melhor jogador da última temporada. 

"Nós dividimos este palco, ele e eu, por 15 anos. Eu não sei se isso já aconteceu no futebol. Claro que temos bom relacionamento. Nunca jogamos juntos ainda. Está aberto para o futuro. Estamos na história do futebol", disse Ronaldo, quando perguntado se sentia falta da rivalidade com Messi desde que deixou o Real Madrid para jogar pela Juventus.

Rindo, Lionel Messi concordou que sentia falta do adversário na liga nacional.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário