Após provocar tumulto, Oscar é suspenso por oito jogos na Superliga chinesa

Punição ao jogador brasileiro também prevê multa de cerca de R$ 19,4 mil por confusão em partida.

22/06/2017 10:08h

Compartilhar no

onfusão no domingo passado custou caro para o meia Oscar. Nesta quinta-feira, a Associação de Futebol da China (CFA) anunciou a sua suspensão por oito partidas depois da briga que causou no empate entre Shanghai SIPG e Guangzhou R&F por 1 a 1, pela Superliga Chinesa. O brasileiro também foi multado em 40 mil yuanes (cerca de R$ 19,4 mil), e outros três envolvidos no tumulto foram punidos, mas com sanções um pouco menores.

Quase no fim do primeiro tempo, o ex-jogador do Chelsea chutou duas vezes a bola contra adversários do Guangzhou R&F. Um dos rivais, o ex-corintiano Zhizhao, empurrou o brasileiro ao chão, o que deu origem a uma grande briga. Oscar não reagiu ou se machucou na confusão, tampouco recebeu cartão. Mas sua atitude foi considerada antiética no julgamento, ao qual não compareceu, e a punição foi aplicada para dar exemplo.

- A falta imoral de Oscar, que criou uma grande confusão no campo, teve um grande impacto negativo nas ligas de futebol profissional da China. A Federação Chinesa sempre dá grande importância às questões disciplinares, agindo energicamente para punir faltas violentas e outros comportamentos antidesportivos - diz o comunicado oficial relativo à punição.

Oscar no gramado, caído, durante a briga generalizada na Superliga Chinesa (Foto: Reprodução / Sina.com)

A previsão é que Oscar fique impedido de jogar até o meio de agosto. Zhizhao foi suspenso por sete partidas, Fu Huan, do Shanghai, pegou seis, e Li Tixiang, do Guangzhou R&F, cinco.

Na segunda-feira passada, Oscar se justificou, dizendo que o lance era uma jogada normal.

- Isso não existe. Eu sou um jogador dedicado e tenho grande respeito pelo espírito do esporte. Quem joga futebol sabe que é uma ação normal – disse o meia, em entrevista ao site Sina.com

No Instagram, o brasileiro postou uma foto ao lado dos companheiros brasileiros do time, o atacante Elkeson e Hulk, e o português Ricardo Carvalho. Em sua camisa, a mensagem em inglês: "Nada para fazer, nada a dizer".

Oscar ao lado de Elkeson, Hulk e Ricardo Carvalho no Shanghai SIPG (Foto: Reprodução de Instagram)

O meia foi contratado em dezembro passado por 52 milhões de libras (cerca de R$ 218 milhões). Na época, o jornal inglês "The Times" noticiou que seu salário anual seria de cerca de 20 milhões de libras (R$ 84 milhões), menos apenas do que Cristiano Ronaldo e Messi, quatro vezes o que ganhava no Chelsea.

Compartilhar no
Fonte: globoesporte.com

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário