• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Após ouro nos Jogos Escolares, Victor Raphael busca título Sul-Americano

Aos 14 anos, Victor acumula na temporada um ouro nos Jogos Escolares e o bronze no Brasileiro Sub16

30/11/2019 09:27h

O Piauiense Victor Raphael embarcou para mais uma competição, agora internacional. Após o ouro conquistado na disputa dos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau, Santa Catarina, o atleta retornou para Teresina, mas fez apenas dois Após ouro nos Jogos Escolares, Victor Raphael busca título Sul-Americano treinos, pois no sábado (30) integra a Seleção Brasileira que irá disputar o Sul-Americano Escolar, em Assunção, no Paraguai.

Essa será a primeira competição internacional na carreira do atleta. Aos 14 anos, Victor acumula na temporada 2019 um ouro nos Jogos Escolares e o bronze no Brasileiro Sub16, resultados expressivos no salto em distância, apesar de treinar a prova há apenas cinco meses. “Os Jogos Escolares para mim foi uma quebra de tabu, pois foram quase três anos para conseguir estar no pódio. Competi nos últimos dois anos nas provas de velocidade e cheguei a viajar até lesionado, esse ano deu tudo certo no salto”, conta Victor

A intenção é conseguir saltar 6m70cm e brigar para estar no pódio (Foto: Jailson Soares/ODIA)

Victor saltou 6m45cm, mas o objetivo é conseguir uma marca bem superior no Paraguai. Bem treinado e munido dos conselhos do seu técnico, Antônio Nilson, a intenção é conseguir saltar 6m70cm e brigar para estar no pódio ou até mesmo ser campeão da competição, pois o Brasil chega como um dos favoritos.

“O Brasil é muito forte dentro dessa categoria (sub16). Não temos noção de adversário, do que podemos encontrar por lá, mas com toda certeza o Victor chega entre os favoritos e nos fizemos alguns ajustes no salto dele exatamente para conseguir melhorar essa marca de forma significativa”, explicou Nilson.

O Sul-Americano Escolar acontece em Assunção, no Paraguai. A competição tem inicio no domingo (1º) e será a primeira internacional na carreira de Victor Raphael.

Por: Pamella Maranhão

Deixe seu comentário