• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

“Momento é de pensar o que vive o futebol piauiense”, diz Leandro

Com a eliminação precoce do Altos, o calendário do futebol profissional do Piauí se encerrou neste ano.

11/06/2019 07:30h

A eliminação precoce das equipes piauienses, Altos e River dentro do Brasileiro Série D 2019 trazem reflexões e principalmente deixam lições aos mandatários dois times. No caso, do Altos, comandado por Leandro Campos, o técnico Gaúcho, citou a necessidade de união entre dirigentes dos clubes do estado e a própria Federação de Futebol do Piauí (FFP) como forma de haver evolução para temporada 2020. Com a eliminação, o calendário do futebol profissional se encerrou esse ano.

“A diretoria deve fazer uma análise no sentido de soluções pensando na temporada 2020. Neste momento eu vou usar somente o sentimento e pensar nessa situação que vive o futebol piauiense. Era muito importante para o River e para o Altos avançar de fase e seguir brigando por objetivos maiores na Série D. Mas é um ponto de referencia, eu penso que os dirigentes e a própria federação, as forças que fazem o futebol piauiense devem se unir”, afirmou Leandro Campos.


Foto: Jailson Soares/O Dia

Em quatro participações, essa é a primeira vez que o Altos fica pelo caminho ainda na fase de grupos. Em 2016, O Jacaré chegou até as oitavas de final da competição nacional. Entre os atletas, situações como falta de ‘liga’ e de alguém entre presidente e elenco foram dadas como justificativas.

“Houve o investimento por parte do presidente, a gente sabe disso, mas acredito que as trocas de treinadores, as mudanças que aconteceram no decorrer, pois eu estou aqui desde dezembro e feliz, apesar de não ter conquistado tudo que almejamos, mas acredito que faltou uma pessoa mais próxima, uma linha entre nós (atletas) e o presidente”, explicou o meia Ancelmo Junior.

O Altos foi vice-campeão Piauiense e tem no calendário 2020 a disputa do Campeonato Estadual, Copa do Brasil e Série D do Brasileiro. Agora, o elenco por completo é desfeito e o presidente Warton Lacerda deve voltar a pensar na montagem somente no final do ano.

Por: Pâmella Maranhão - Jornal O Dia

Deixe seu comentário