Tira-teima da TV da Fifa é sujeito a erro humano

A cada lance de impedimento, a TV da Fifa traça uma linha para mostrar se o jogador estava impedido ou não.

16/06/2014 09:04h - Atualizado em 16/06/2014 09:07h

Compartilhar no

O tira-teima utilizado pela TV da Fifa para tirar dúvidas de impedimento nas transmissões da Copa-2014 não tem 100% de precisão e está submetido ao erro humano assim como decisões de auxiliares. A informação é do diretor-executivo da HBS (Host Broadcast System), Francis Tellier, parceiro da entidade que comanda as imagens do Mundial.

A cada lance de impedimento, a TV da Fifa traça uma linha para mostrar se o jogador estava impedido ou não. Só que quem determina essa linha é um operador, ou seja, o resultado e a precisão dependem dele. O gráfico é mostrado nas transmissões.

É um caso bem diferente da Goal Line Technology, em que câmeras identificam de forma puramente eletrônica se a bola ultrapassou a linha do gol. Assim, foi confiável a sua decisão de que o chute de Benzema, de fato, entrou no gol de Honduras, na partida deste sábado, no Beira-Rio.

“(Tira-teima) Tem uma gente boa operando. São experientes. Se pegar a Goal Line: é científico. Tem várias câmeras. O tira-teima não é científico. Há um julgamento humano no replay'', contou Tellier.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, levantou a possibilidade de repetições serem usadas para ajudar a arbitragem. Técnicos poderiam questionar decisões do trio de juízes. Mas a implantação de um sistema confiável é muito complexa.

“Teria que pensar porque é supercomplicado. Poderíamos fazer. Seria um desafio. Sempre haveria a questão da decisão de um humano. Claro que o nosso operador  contaria com a televisão, que o auxiliar não tem''; observou Tellier.

O executivo informou que poderia criar um sistema que enviasse rapidamente as imagens pra decisão do juiz. Mas, pelas suas palavras, será muito complicado organizar uma operação que elimine o fator humano e os erros na arbitragem.

Compartilhar no
Fonte: Uol

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas