Marcos esclarece sua posição sobre transferência de Kardec

Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais, Marcos deixou clara sua posição sobre a transferência do atacante Alan Kardec

30/04/2014 19:29h

Compartilhar no
Um dos maiores jogadores da história alviverde quase foi jogador do rival. São Marcos, eternizado por defender o pênalti de Marcelinho Carioca em uma semifinal de Libertadores, revelou que teve uma proposta muito alta do Corinthians, quando Kia Joorabichian e a MSI estavam investindo no clube. Marcos, entretanto, conversou com a diretoria palmeirense e chegou a um acordo para sua permanência.

A polêmica tranferência de Alan Kardec para o gerou comentários de um dos maiores ídolos da história do : o goleiro Marcos. O ex-camisa 12 do Verdão evitou criticar a postura do atacante, fato que deixou parte da torcida palmeirense contrariada.






Durante um evento realizado na tarde desta quarta-feira, o goleiro disse que vê como normal esse tipo de tranferência e que a guerra entre os dois clubes não levará a nada: "O Kardec é um profissional e pode escolher o que quiser da vida dele. Escolheu ir para o são Paulo por um salário melhor e não tem que ser taxado de mercenário. Grandes jogadores saem de clubes para ir a outros e não temos que julgar".

Após receber algumas críticas, Marcos decidiu gravar um vídeo explicando sua posição. Na publicação chegou a falar que os palmeirenses não podem cobrar de todos os jogadores o mesmo amor que ele teve enquanto vestiu a camisa Alviverde - o goleiro chegou a recusar uma proposta milionária do Arsenal, da Inglaterra, para jogar a Série B pelo clube paulista - e decidiu por fim a polêmica afirmando que o Palmeiras é maior do que qualquer atleta.

Confira o vídeo na íntegra!




Acompanhe e discuta as rodadas de fim de semana do Brasileirão e do futebol europeu no "Fim de Papo". Sábado às 20h30 e Domingo às 21h30, ao vivo, na TV Esporte Interativo.

 

Compartilhar no
Fonte: Esporte interativo

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas