Rapper Jay-Z revela que vendia crack na adolescência para comprar roupas

"Nunca passamos fome, mas não gostávamos de passar vergonha na escola com tênis sujos e repetindo a mesma roupa sempre", admitiu Jay-Z

02/10/2013 07:46h

Compartilhar no

Jay-Z, 43, teve uma infância muito diferente da que pode oferecer hoje para a filha Blue Ivy, 2. O rapper revelou em entrevista à "Vanity Fair" que chegou a vender crack quando adolescente, no Brooklyn, onde cresceu com a mãe solteira e três irmãos.



"Vivíamos em uma situação difícil, mas minha mãe deu conta, ela fazia malabarismo. Um mês pagávamos a conta de luz, no outro a de telefone, no outro ficávamos sem gás", lembrou.

"Nunca passamos fome, mas não gostávamos de passar vergonha na escola com tênis sujos e repetindo a mesma roupa sempre", admitiu Jay-Z.

Ele e a mulher, Beyoncé, já foram considerados o casal de celebridades mais rico do mundo pela "Forbes".

"O crack estava em todo lugar, era impossível escapar. Não havia lugar para fugir dele. Ainda posso sentir aquele cheiro podre", continuou o rapper, que garante, no entanto, nunca ter sido usuário da droga.

"Eu estava pensando apenas em sobreviver. Eu estava pensando em melhorar minha situação. Eu estava pensando em comprar roupas".

Compartilhar no
Fonte: Folha de São Paulo

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário