• Enem
  • Premium Outlet
  • Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Marcos Mion diz que autismo do filho o transformou

Desde meados de 2016 que Marcos Mion é uma espécie de sumidade quando o tema é o autismo.

07/05/2019 15:13h - Atualizado em 07/05/2019 17:24h

O apresentador Marcos Mion, 39, diz que a descoberta do autismo do Romeu, um de seus filhos, de 13 anos, foi uma das melhores coisas que já aconteceram em sua vida. Segundo ele, o garoto o fez mudar por completo. "Tudo o que eu trabalhei ao longo desses 20 anos foi exclusivamente para eu me tornar a voz do meu filho. O autismo dele me mudou e me fez o homem que sou hoje", afirma o comandante de A Fazenda, da Record. Ele também é pai de Donatella, 10, e Stéfano, 9.

Desde meados de 2016 que Marcos Mion é uma espécie de sumidade quando o tema é o autismo. Foi naquele ano que ele lançou um livro baseado na história de vida do menino: "A Escova de Dentes Azul", que aborda o tema de forma lúdica. Antes disso, Mion adquiriu toda a bagagem e experiência de pai no dia a dia para entender o tema e dar o melhor ao seu filho. "Há três anos eu era a única pessoa que falava sobre esse assunto. Hoje em dia a sociedade se mobiliza muito mais e discute, há páginas e perfis nas redes sociais que ajudam essas famílias. Eu mesmo criei um grupo no Facebook que já conta com mais de 20 mil pessoas para que elas se ajudem", comenta.

O artista se diverte ao lembrar das mudanças do Mion de 20 anos para o de quase 40. "Eu celebro 20 anos na TV. E sei que criei algumas gerações, que cresceram me assistindo. E acho graça quando vejo as pessoas falando: 'nossa, não acredito que aquele maluco que eu via na MTV virou esse homem, esse pai'. E faço questão de passar isso a muita gente. Fui presenteado com o autismo em minha vida", celebra.

Por conta disso que ele acaba de se tornar embaixador de uma campanha da marca Johnson's para inspirar outras pessoas a propagarem o bem. "Ao longo de todos esses anos fui reconhecer realidades de outras famílias, outras crianças e meus filhos foram minha inspiração. A cada lugar que eu vou as pessoas querem falar com do Romeu, tocar nele, ver os vídeos dele. Virou um xodó do Brasil, um amorzinho nacional. Mas não adianta gostar só do meu filho, tem que gostar e respeitar todos os especiais", conclui Mion.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário