Giovanna Grigio sobre comédia no cinema: 'foi difícil, mas muito incrível'

Aos 21 anos, atriz está em cartaz com 'Cinderela Pop' e comemora papel em 'Uma Nova Chance', ao lado de Marcos Veras e Miá Mello

18/03/2019 09:39h

Compartilhar no

Giovanna Grigio, 21 anos, celebra sua boa fase profissional e fala de seus recentes trabalhos no cinema. Em cartaz com Cinderela Pop, ela rodou Uma Nova Chance, ainda sem data de estreia definida, sua primeira experiência com comédia.

"Sempre sonhei em fazer cinema. Tem outro ritmo", afirma a atriz, que descansa da televisão desde o fim de Malhação - Viva a Diferença, encerrada em 2018. Ela contou não quer saber de férias. "Acima de tudo, eu gosto de trabalhar – independentemente de ser TV, teatro ou cinema – e quero encarar as oportunidades.”


Giovanna Grigio (Foto: Vinícius Mochizuki)

“Foi superdivertido fazer um conto de fadas nos dias atuais. Já lia os livros da Paula Pimenta e participar de uma adaptação para o cinema foi especial. Fiz o trabalho ao lado do Filipe Bragança e da Maisa. Foi uma delícia trabalhar com eles porque o Filipe é meu amigo há anos e a Maisa é perfeita, uma rainha sensata. Estar com ela nos sets foi um prazer. Estávamos todos bem cercados.”

Apenas amigos

Giovanna e Filipe já tinham contracenado juntos na novela Chiquititas (2013/2015), quando interpretaram Mili e Duda. Fora das câmeras, Giovanna garante que eles são apenas bons amigos. “Ele era meu melhor amigo no filme. Ele é incrível, é um dos maiores talentos que eu já vi.”


Giovanna Grigio (Foto: Vinícius Mochizuki)

Mudança no visual

“A personagem usa franja e as meninas da caracterização encontraram esse aplique. Ela ficou bem perfeita. Acho que tudo o que é de caracterização ajuda bastante na composição de um personagem. O cabelo, as roupas, a franjinha, óculos... Tudo fez parte do papel. Gosto de mudar para os personagens.”

Primeira comédia

“Rodei 'Uma Nova Chance' no semestre passado. Minha personagem é a Miranda, filha dos personagens da Marcos Veras e Miá Mello. Além disso, contraceno com Nicholas Torres, que faz o meu irmão. O filme é uma comédia. Foi muito difícil, mas muito incrível. Quero fazer mais. A Miranda foi uma personagem bacana de fazer. Ela é a pessoa mais chata do universo. Rica, metida, egocêntrica. Ela é uma pessoa bem insuportável de lidar.”


Giovanna Grigio (Foto: Vinícius Mochizuki)

Cinema

“Sempre sonhei em fazer cinema. Tem outro ritmo. As filmagens são mais lentas. Em novelas, há dias em que você grava 30 cenas por dia; no cinema, são três. Amo cinema e quero fazer mais. Só que, acima de tudo, eu gosto de trabalhar – independentemente de ser TV, teatro ou cinema – e quero encarar as oportunidades.”

Compartilhar no
Fonte: Quem

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário