• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Gabriel o Pensador lança música sobre amor

Rapper revela bastidores da criação e projetos para 2019.

27/12/2018 11:39h

Em volta de uma fogueira, em uma roda de violão, surgiu a primeira frase: ¨Eu não vou sofrer por amor¨. Resultado da conversa que Gabriel tivera momentos antes com Phill Bittencourt sobre o fim de seu relacionamento. O amigo o aconselhou a não sofrer. Ao voltarem ao grupo, surgiu a ideia de uma composição em conjunto e Phill contribuiu com essa estrofe.  O Pensador relembra:

¨Sabia que era por causa da nossa conversa e fiquei meio tímido, porque costumo fazer minhas músicas de uma maneira mais isolada, apesar de improvisar bem. Aí a Amanda Coronha se animou e cantou para nós.  O ambiente estava muito legal, criamos laços de amizade verdadeiros ali. Me inspirei na ideia que a Amanda mostrou. A interpretação dela é muito charmosa, gostosa de ouvir e me conquistou na hora para entrar naquela música e fui experimentado umas palavras em silêncio, no meu celular mesmo, olhando para o fogo. Pensei em algumas metáforas e a gente acaba desabafando coisas  pessoais nesse momento. Mas me senti como na minha época de adolescente, quando comecei a fazer rap, e tinha vergonha de cantar para os amigos. E nessa letra ainda tem uma frase em que eu falo ¨a minha alma se derrama pra você gozar¨. Eu fiquei vermelho para mostrar... Acabou sendo um prazer, foi uma alegria quando a gente viu Deixa Queimar pronta. É uma letra que serve para várias histórias de amor. E já está recebendo comentários de pessoas que sofreram por amor. Logo que lançamos, recebi o comentário de uma das meninas que participou do clipe, contando que tinha terminado um namoro e que a música tinha conseguido lavar a sua alma, porque ela percebeu que a gente sofre por amor mais do que deveria. 

O videoclipe foi feito em Santa Catarina, no mesmo lugar em que a música nasceu, alguns dias depois, captando a essência do dia da composição.  Foi gravado e produzido por amigos. O diretor, Bob Perez, e Gabriel se conheceram em Fiji (Oceania), em um barco, nas gravações do programa Nalu pelo mundo, com o surfista Everardo Pato, em um clima de muita fraternidade. A fogueira era na parte externa de uma casa chamada Na Toca que, além de sediar um estúdio, funciona como um centro de encontros e meditação e sempre de produção de músicas com a intenção de passar positividade.

2019 com mais lançamentos online

Gabriel acaba de reformular seu site oficial – www.gabrielopensador.com.br – em que lançou uma linha de pranchas de surf, esporte que é uma de suas paixões. As pranchas têm artes inspiradas nas letras do rapper, criadas pelo artista plástico Fabio Flop. E contribuíram para resolver uma reclamação dos fãs – o acesso aos livros do Pensador. Ele explica:

Meu primeiro livro, Diário noturno, que tem alguns poemas sobre amor, paixão, encontros, histórias amorosas, teve o lançamento tradicional e foi para as livrarias, mas depois eu trouxe para minha editora, junto com o meu segundo livro – Um garoto chamado Rorbeto, que ganhou o prêmio Jabuti. É um livro para crianças, que foi adotado em centenas de escolas, fala sobre aceitação das diferenças, teve trabalhos lindos contra o bulling. Fala também sobre a relação pai e filho, família, uma história que tem uma importância muito grande para mim. 

Foi uma decisão de vender só pela internet e nas palestras que eu faço também. Agora estão disponíveis, no site e também através do Facebook. E o lançamento das pranchas é que acabou tornando isso possível.

Em 2019, o Pensador  pretende  ter uma presença online ainda maior, lançando com mais frequência seus singles no Youtube, além de outros vídeos, como  fez este ano, com convidados, trocando ideias, usando o canal como um veículo de comunicação. Um dos projetos, já em andamento é uma parceria com MC Estudante. Gabriel conta:

Ele viralizou um vídeo rimando nos trens do Rio, para juntar uns trocados dos passageiros. É um grande letrista e eu o convidei para fazer uma letra que fala de humildade, de valores que aquela atitude dele  me lembrou que a gente precisa enaltecer. O tempo voa. A gente está na estrada constantemente, fazendo os shows e as palestras, que são duas coisas que eu adoro, me emociono fazendo. Às vezes falta tempo para finalizar algumas. Mas essa é uma meta de Ano Novo: conciliar melhor o tempo entre a estrada e o estúdio.

Fonte: Redação

Deixe seu comentário