Chegada das férias anima a criançada

Brincar, jogar videogame, viajar e ler gibis e livros são as atividades mais comuns, mas também são as mais divertidas e as mais esperadas pelos pequenos no período longe das tarefas escolares.

09/07/2017 09:51h

Compartilhar no

Com a chegada das férias, as crianças já criaram muitas expectativas sobre tudo que irão fazer no tempo livre. Brincar, jogar videogame, viajar e ler gibis e livros são as atividades mais comuns, mas também são as mais divertidas e as mais esperadas pelos pequenos no período longe das tarefas escolares.

 Foto: Elias Fontinele/ODIA

A pequena Maria Letícia Soares, de 8 anos, costuma viajar com os pais para o litoral do Piauí e conta que o que mais gosta são as ondas da praia. Além disso, a jovem também diz que, quando não viaja, aproveita para banhar de piscina com sua família.

“A gente pode fazer muitas coisas nas férias. Eu também gosto muito de brincar de pique esconde. Mas eu também passo o tempo fora da escola lendo, pra não esquecer o que aprendi”, destaca Maria Letícia.

Da mesma forma, o pequeno Celso Gentil, de 6 anos, comenta no tempo que em seu tempo livre gosta de mexer em seu tablet, com jogos e assistindo vídeos. Para as férias deste ano, Celso está ansioso para que os pais o levem ao Beach Park, um parque aquático localizado em Fortaleza. O jovem ainda não conhece o local e acha que vai se divertir muito nas piscinas do parque.

“Eu costumo viajar para Fortaleza, mas ainda não conheço o Beach Park e quero muito banhar de piscina e conhecer todos os brinquedos. Nós também vamos para a fazenda dos meus avôs em Campo Maior e lá eu brinco com meus primos de pega-pega, esconde e a gente aproveita a piscina”, conclui o garoto, ansioso pela viagem.

Crianças se encantam pela natureza

Aproximar as crianças de mundo natural é um grande desafio para famílias e escolas das cidades grandes. Falta de tempo com os filhos, ou espaço reduzido são alguns dos fatores que dificultam essa convivência. Apesar disso, não é preciso acampar à beira do rio, ou visitar uma fazenda para estimular os pequenos a construírem uma relação mais próxima com a fauna e com a flora.

 As crianças construíram um aquário para que as lagartas pudessem fazer seus casulos

Na escola de Educação Infantil Tarsila do Amaral, na Zona Norte de São Paulo, com o projeto pedagógico "Hotel de Lagartas", as crianças aprenderam sobre o ciclo de vida das lagartas e borboletas, como se encantaram pelas mesmas e a sua metamorfose.

No projeto, as crianças construíram um aquário para que as lagartas pudessem fazer seus casulos e se transformarem em borboletas. Algum tempo depois, puderam se despediram das lagartas e, em meio ao encantamento da transformação, conhecer as borboletas que nasceram dos casulos.

Compartilhar no
Edição: Biá Boakari
Por: Letícia Santos

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário