• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Caso Rafael Miguel: assassino não está em lista de procurados

Com prisão decretada desde 12 de junho (três dias após os crimes), Cupertino já teve imagens de possíveis disfarces divulgadas pela Polícia Civil de São Paulo, além de ter tido a conta bancária bloqueada - a fim de interromper a fuga dele.

09/07/2019 16:32h

Um mês após o assassinato de Rafael Miguel e dos pais, o autor do crime, Paulo Cupertino, que matou a família com tiros à queima-roupa, segue em liberdade e não teve o nome incluído na lista de procurados. A informação foi divulgada nesta terça-feira (9) pelo colunista Alessandro Lo-Bianco, no "A Tarde É Sua", de Sonia Abrão.

O jornalista explicou que, segundo informações oficiais da polícia, Cupertino não consta na lista estadual nem nacional de procurados porque está com mandado de prisão temporária - e só entraria em caso de prisão preventiva. De acordo com Lo-Bianco, a Interpol informou que está em processo de cadastramento do suspeito, que, teria sido visto nos países vizinhos Uruguai e Paraguai.

Com prisão decretada desde 12 de junho (três dias após os crimes), Cupertino já teve imagens de possíveis disfarces divulgadas pela Polícia Civil de São Paulo, além de ter tido a conta bancária bloqueada - a fim de interromper a fuga dele.

Ele é pai da namorada de Rafael Miguel, Isabela Tibcherani, de 18 anos, e seria contra o relacionamento dos dois. 

Homenagens no dia do aniversário

Neste terça, Rafael e o pai, João Alcisio Miguel, fariam aniversário. O ator completaria 23 anos e o pai, 53. Camila Miguel, irmã do ator, e Isabela, a namorada dele, publicaram fotos e textos para falar da dor e da saudade neste dia. 

"Dia 9 de julho sempre foi dia de festa em casa. É seu dia, Rafa, e a gente aproveitava o feriado pra comemorar a sua vida e a do pai, com churrasco (com o melhor churrasqueiro) e bolo (da mais mão cheia). Por mais que eu queira, do fundo da minha alma, celebrar de alguma forma quem vocês foram, e esse dia que sempre foi especial e cheio de alegria pra gente, ainda dói demais. Uma dor tão absurda que chega a ser física", desabafou.

Ela acrescentou: "Hoje dói porque faz 1 mês desde que nos falamos pela última vez, nosso bom dia diário com sessão de baba pela Mariá. faz um mês dos dias mais escuros que vivi, e que ainda parecem mentira. 1 mês não se compara há uma vida de saudades e superação que vamos viver".

Isabela, por sua vez, postou fotos antigas de Rafael e escreveu: "Feliz aniversário, meu amor. Festa no céu. Aqui, ainda dói pra nós, mas fazemos de tudo pra te orgulhar".

O caso

As mortes do ator Rafael Miguel e dos pais dele foram resultado de uma discussão com o pai da namorada do jovem, que não concordava com o relacionamento. A informação consta no boletim de ocorrência do caso registrado como homicídio consumado no 98º DP, do Jardim Miriam, e foi confirmada pela polícia ao Portal da RedeTV!.

Rafael morreu no domingo (9), aos 22 anos, no bairro de Pedreira, na zona sul de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), além dele, seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram executados no portão da casa da namorada do artista, no início da tarde.

Inicialmente, os três foram recebidos por Isabela Tibcherani, de 18 anos, namorada do ator, e pela mãe da menina. Entretanto, no meio da conversa, o comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48, pai de Isabela, chegou ao local armado e fez disparos contra as vítimas. O suspeito fugiu e está desaparecido. 

Em nota, a assessoria da SSP informou que "João Alcisio Miguel, de 52 anos, Miriam Selma Miguel, de 50, e Rafael Henrique Miguel, de 22, morreram após serem baleados, por volta das 13h55 de domingo (9), na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, na zona sul da Capital. O caso é investigado pelo 98º Distrito Policial (Jardim Miriam) e as equipes estão em diligência para localizar e prender o autor do crime”.

Fonte: TV FAMA

Deixe seu comentário