As estrelas que enfrentaram a síndrome de Burnout

Em maio de 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu essa condição como uma síndrome decorrente do 'estresse crônico no local de trabalho'.

27/06/2019 08:36h

Compartilhar no

A síndrome de Burnout é um estado de exaustão mental, emocional e física, caracterizado por sentimentos de esgotamento, isolamento, irritabilidade e diminuição do rendimento. Em maio de 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu essa condição como uma síndrome decorrente do 'estresse crônico no local de trabalho'.

Essencialmente, o Burnout drena a alegria de sua vida, fazendo com que os obstáculos pareçam intransponíveis, ao mesmo tempo em que dificulta a sua concentração e mina a sua capacidade de se preocupar com alguém ou com qualquer coisa e até mesmo cuidar de si mesmo. Esse problema é muito mais sério do que se pensa e vem afetando cada vez mais pessoas em todo o mundo.

Inclusive, as celebridades vêm se abrindo sobre como o Burnout vêm afetando a saúde física e mental. O cantor Lucas Lucco afirmou que foi uma crise que o 'levou a uma depressão com síndrome do pânico'. As divas do pop Beyoncé, Ariana Grande e Selena Gomez são outras estrelas que também tiveram episódios de exaustão.

A verdade é que fomos treinados para acreditar que tirar férias é o suficiente para 'recarregar' as baterias. Porém, o desgaste das pessoas só piora quando elas retornam ao trabalho e percebem que nada mudou. Infelizmente, a síndrome é mais profunda do que apenas se sentir temporariamente sobrecarregado.

O que torna ainda mais complicado é que o Burnout nem sempre é fácil de identificar. Além disso, não desaparece sozinho e, se não for tratado, pode levar a problemas físicos e psicológicos graves, como depressão, doenças cardíacas e diabetes.

Mas, calma: há maneiras de prevenir o Burnout. 

Compartilhar no
Fonte: MSN
Edição: Maria Clara Estrêla
Por: Sandy Swamy

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário