• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Aguinaldo Silva gosta de ousadia e é brilhante, diz Lilia Cabral

Essa é a sexta vez em que Lilia emplaca uma novela de Aguinaldo Silva. Segundo ela, as características que mais se destacam no autor são a sua criatividade e a inteligência para criar personagens

24/11/2018 12:08h

Como era o esperado, a atriz Lilia Cabral, 61, já se destaca como a vilã Valentina de "O Sétimo Guardião", novela das 21h de Aguinaldo Silva na Globo. Feliz com aquela que avalia ser a primeira personagem realmente má de sua carreira, a veterana afirma que adora interpretar tipos dissimulados.

"Amo fazer as pessoas chorarem comigo e, em cinco minutos, verem que não é nada daquilo", afirma a atriz. Ela conta também que sua personagem, a princípio, não possui afeto por ninguém, nem mesmo com relação ao filho, Gabriel (Bruno Gagliasso) - o que, segundo a própria artista, está relacionado ao fato de ela ter sido abandonada no altar pelo pai dele, Egídio (Antonio Calloni).

"A Valentina é uma mulher amargurada, má. Nasceu má, mas descobriu depois [risos]. Quando ela foi abandonada no altar, descobriu que poderia ser má e aproveita. Porque já se empoderou e se enriqueceu para tomar atitudes que ela bem quiser. Dentro disso, ela não tem folga para a bondade. Lógico que tudo isso tem a ver com o fato de ela ter sido deixada no altar", diz Lilia.

Essa é a sexta vez em que Lilia emplaca uma novela de Aguinaldo Silva. Segundo ela, as características que mais se destacam no autor são a sua criatividade e a inteligência para criar personagens. "Ele não se contenta com o politicamente correto. Aguinaldo gosta de ousadia e é brilhante nisso. Sabe criar histórias que se encaixam com os personagens. É a grande beleza dele."

A atriz afirma ainda que este é um ótimo momento para se apostar no realismo mágico, para que as novas gerações possam conhecer o gênero e ter a oportunidade de assistir à novela como se estivessem lendo um livro de ficção.


ENVELHECIMENTO

A trama de "O Sétimo Guardião" se passa na cidade fictícia de Serro Azul, em que há um aquífero com poderes curativos e rejuvenescedores, protegido por sete guardiães. Esses guardiões, no entanto, não podem se beneficiar da água mágica.

Questionada sobre sua relação com o envelhecimento, Lilia Cabral afirma nunca ter feito uma interferência cirúrgica com fins estéticos. E brinca que sua genética é "boa". "Vou torcer para que eu continue nesse estado, porque eu acredito que os personagens se encaixam a você conforme o tempo vai passando. Não adianta eu querer ser mais nova ou então mentir a idade, porque alguém vai saber."

A atriz fala que seu ritual de beleza é simples: "Faço aquelas coisas normais de mulher. Eu me cuido, sou vaidosa, não como coisas gordurosas e faço pilates. Tenho todo um cuidado, mas é uma coisa mais voltada à saúde."

Lilia Cabral estreou na TV em 1981, na novela "Os Adolescentes" (Band). De lá para cá, fez mais de 50 personagens. Ela diz que não sente saudade dos trabalhos antigos e que gosta de se assistir em reprises.

"Se a vida da gente tivesse ido para trás, aí acho que não gostaria de me ver, mas a vida da gente mudou tanto. Quando eu comecei não tinha filha, marido, casa. Olho agora para o crescimento, com todas as dificuldades que a gente passa, porque a gente passa mesmo, mas não fico saudosista. Olho e vejo um crescimento."

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado