Paparazzo registra queixa de lesão corporal contra Murilo Rosa

Na segunda-feira, 14, ao lado da mulher, Fernanda Tavares, o ator reagiu à tentativa do fotógrafo de fazer imagens de seu filho em um shopping do Rio.

16/04/2014 16:55h

Compartilhar no

O fotógrafo Sandro Cardoso, que na última segunda-feira, 14, se desentendeu com o ator Murilo Rosa  em um shopping na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, fez registro de ocorrência por lesão corporal contra o ator. A discussão começou quando Murilo, acompanhado da mulher, a modelo Fernanda Tavares, pediu ao fotógrafo que não registrasse imagens de seu filho, menor de idade.  Os ânimos se exaltaram e Fernanda também entrou na discussão, tentando tirar a máquina do fotógrafo. A situação só se acalmou quando Murilo procurou os seguranças do local, como mostram as imagens registradas por outro fotógrafo.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Sandro registrou a queixa contra Murilo na 16ª DP, na Barra da Tijuca. Em nota, a assessoria informou que a vítima foi ouvida e encaminhada para exame de corpo de delito. "Os autores serão intimados a depor. E o caso será encaminhado ao Juízado Especial Criminal", diz ainda o texto.

Procurada pelo EGO, a assessoria de imprensa de Murilo Rosa informou que o ator tem ciência da denúcia, mas que ele não irá se pronuciar.

Na segunda-feira, 14, em conversa com o EGO, Murilo minimizou a situação e garantiu que tudo terminou em paz. "Só pedi para o cara não fotografar meu filho, mas ele praticamente pulou em cima da gente e começou a filmar, fotografar. E sei que depois eles usam essas fotos para outras coisas. Mas não aconteceu nada demais. Logo depois os seguranças tomaram as providências e tudo ficou resolvido. Tudo que eu queria era ir ao cinema com minha família e já estamos aqui em paz", disse.

Compartilhar no
Fonte: Ego

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas