Lea Michele sofre ataques de pânico após morte de Cory Monteith

Segundo amigos da atriz de Glee, Lea não se conforma com a morte do ator

29/07/2013 10:50h

Compartilhar no

De acordo com o site Hollywood Life, Lea Michele sofre de ataques de pânico desde a morte do namorado, o ator Cory Monteith, no dia 13 de julho. Segundo amigos da atriz de Glee, Lea não se conforma com a morte do ator.

"Ela está cada dia pior, está em choque. E por isso, tem tido ataques de pânico terríveis, às vezes sente que não está respirando", contou a fonte.

Segundo necropsia, Cory morreu devido a uma mistura de heroína e álcool. Em sua última entrevista antes da morte do namorado, Lea fez vários elogios ao ator e disse que ele tornou sua vida "incrível".

"Ele é a melhor pessoa que já conheci, ele tornou minha vida incrível e sou muito grata por tê-lo não só como parceiro, mas também como colega de cena", afirmou a atriz para a edição de agosto da revista "Marie Claire" do México, referindo-se aos papeis de ambos na série "Glee".

Lea destacou as vantagens de namorar alguém com um colega de trabalho: "É mais interessante ter um relacionamento com alguém com quem você trabalha porque nós dois ganhamos mais atenção (um do outro), uma vez que somos namorados na série e também na vida real".

Dias depois da morte ao ator, o diretor de Glee Ryan Murphy revelou em entrevista ao site TV Line que o personagem de Cory, Finn, também irá morrer. Finn não aparecerá nos dois primeiros episódios da quinta temporada, que estreia em 26 de setembro e surgirá no terceiro, que abordará sua morte. Após este episódio, a série terá hiato por tempo indeterminado.

Murphy quer que o episódio seja um tributo ao ator. "Tudo será feito com muito cuidado e carinho", afirmou.

Compartilhar no
Fonte: Uol

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas