Exposição reúne obras de Dora Parentes e Mestre Expedito

Evento faz parte da programação das comemorações dos 161 anos da fundação de Teresina

20/08/2013 10:03h - Atualizado em 20/08/2013 10:26h

Compartilhar no

Já está aberta a exposição Diálogo, que une a artista plástica Dora Parentes e o escultor Mestre Expedito. A exposição vai até o dia 19 de setembro, na Casa da Cultura de Teresina. Anjos e santos de Mestre Expedito ao lado de telas coloridas de Dora Parentes – numa perfeita definição de arte. Dora dividiu seus trabalhos em três faces: Poesias de Cecília Meireles, Teresina e Instrumentos. O evento faz parte da programação das comemorações dos 161 anos da fundação de Teresina.

“Embora nossos trabalhos sejam diferentes um do outro, existe um traço de harmonia: eu ocupando as paredes e ele com a terceira dimensão, ocupando espaços. Além de sermos piauienses de estarmos homenageando Teresina pelos seus 161 anos de fundação”, destaca Dora Parentes, acrescentando que Mestre Expedito é um dos expoentes da arte santeira no país. Com o mesmo entusiasmo de Dora Parentes, Mestre Expedito argumenta que uma exposição é sempre uma forma de homenagear o artista.

Entre a Dora Parentes que pintava cavalos e mulheres esvoaçantes e a Dora atual, não há diferença, sustenta a artista: “Continuo a mesma, pintando uma simbologia de liberdade e tendo livre arbítrio para pintar o que quero e o que sinto”, diz, acrescentando que 13 telas estarão em exposição e que em seu horizonte a arte de pintar predomina sempre.

Já para Mestre Expedito, sua obra também não sofre alteração, “porque não trabalho com fases. O que executo brota naturalmente; cada peça é única. Vejo minhas esculturas como filhos: uns ficam e outros vão, mas cada um tem a sua particularidade. Não existe cópia. Nesta exposição estou expondo esculturas únicas, nada igual às demais que já fiz”, assinala.

No período de 1970 a 2012 Dora Parentes realizou 68 exposições individuais, com destaque para : Os 100 anos de J.K (Brasília, em 2002”, Exp.Eco 92 (Rio de Janeiro). Em 2005, expôs no Centro Cultural Correios no Rio de Janeiro e Salvador–BA. Já em 2006, esteve presente com um grande painel “Exaltação”, nas comemorações dos 154 anos de Teresina. Em 2010, como artista convidada expôs no Salão dos Grandes Mestres na 3ª Bienal Internacional Indígena e Ancestrais (Quito, Equador”. Em 2010, Retrospectiva - na inauguração de seu atelier com 110 obras. Em 2012, através de carta aberta, foi convidada pelo Prêmio Nobel da Paz e embaixador Adolfo Perez a participar da Bienal Intercontinental Indígena Ancestraisem 2012.

Mestre Expedito expôs no I Salão de Artes Plásticas – SAP (1975), Teresina; Feira dos Municípios (1976), Teresina; Coletiva Inaugural da Galeria de Artes (1976), Teresina; I Salão de janeiro (1977), Teresina; Mostra Coletiva de Artes Piauienses (1977); Mostra dos Artistas Plásticos Piauienses (1977), Brasília (DF); III Salãode Artes Plásticas – SAP (1977), Teresina; ArtesanatoFolclórico: Artes e Técnicas–Funarte (1977), Rio de Janeiro (RJ) VI Feirados Produtos Brasileiros em Santiago – Universidade Católica do Chile (1978), Santiago (Chile).

Compartilhar no
Por: Marco Vilarinho

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas