Roda Viva

Um crescente lamaçal

Um crescente lamaçal

05/06/2017 09:43h

Compartilhar no

Um crescente lamaçal

A banalização da corrupção, isso em todas as esferas sociais, mas em especial no mundo político, vem deixando a população descrente em dias melhores, descrente no surgimento de políticos sérios; de políticos que estejam, realmente, comprometidos com as causas do povo lhes confiou o voto, suas esperanças. Infelizmente o que estamos assistindo, diariamente, é um manancial de denúncias, de provas irrefutáveis que revelam a verdadeira face daqueles que nos representam. Vergonhoso.

Constantemente, os articulistas trazem o assunto à baila: a cada dia, o lamaçal da corrupção cresce como erva daninha que se alastra, desconhecendo barreiras, desconhecendo limites. Nós brasileiros somos um povo esperançoso, acreditando que o amanhã será sempre melhor. Entretanto, essa esperança parece estar se consumindo para dar vazão a uma apatia que, por sua vez, poderá explodir com resultados inimagináveis. Tudo tem limite, menos essa corrupção desenfreada, predadora, maléfica, insuportavelmente agressiva que massacra o cidadão de bem, que furta da população a capacidade de viver com tranquilidade, como merece aqueles que cumprem com seus deveres de cidadãos.

Quem pensava que o deputado estadual Dr. Pessoa sairia candidato à sucessão do governador Wellington Dias está enganado: segundo corre, á boca miúda, o parlamentar estará disputando uma cadeira para a Câmara Federal, em partido de oposição. Para os que circulam por seu gabinete, Dr. Pessoa tem todas as condições para disputar uma vaga na Câmara Federal, em decorrência de seu trabalho junto aos pobres, no campo e em plenário. É esperar para ver.

Violência

A comunidade de “La Sierra”, um bairro vulnerável de Medellín que está passando por transformações urbanas, recentemente recebeu a visita dos secretários de Planejamento e Coordenação e Assistência e Políticas Integradas, Washington Bonfim e Samuel Silveira. lá eles puderam conversar com moradores do local e conhecer o sistema de transportes público da cidade. A visita ao bairro de “La Serra” faz parte da Semana do Laboratório de Medellín, através do Banco Mundial. Além dos gestores de Teresina, o secretário de Segurança Pública do Ceará e o prefeito de Sobral e representantes de outros 20 países das Américas, de 35 cidades diferentes da região, participam do evento que discute estratégias de prevenção à violência. Mas bem que o esporte e a cultura em geral poderia gerar muitos frutos por aqui. Não raramente falta, somente, má vontade.

Forró

Quem circular pela Nova Ceasa vai ficar animadinho com as bandas de forró pé de serra que estarão se apresentando, aos sábados, neste mês de junho, das 7h às 10h. O lançamento do projeto, pelo diretor da casa, James Andrade, aconteceu semana passada. O objetivo da instituição é colocar o forró bem perto da turma que anda por lá, seja consumidor ou que está vendendo frutas, verduras etc. Além de propagar esse ritmo nordestino, as bandas divulgam repertório e ganham lá seus cachês.

Salipi

A feira de livros do Salão do Livro do Piauí, que acontece até o dia 11, no Espaço Cultural Rosa dos Ventos, na Universidade Federal do Piauí, oferece ótimas oportunidades para quem deseja enriquecer a biblioteca: edições para todos os bolsos estão nso stands. Agora é pesquisar e encontrar boas promoções. Os livros de escritores piauienses são um grande achado. Vale a pena levar toda a família e passar agradáveis momentos em ambiente dos mais saudáveis.

Eleições Diretas

Foi aprovada, por unanimidade pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 67/16, que prevê a realização de eleição direta para presidente e vice-presidente da República, caso os cargos fiquem vagos nos três primeiros anos de mandato. A Constituição admite, atualmente, eleição direta apenas se a vacância ocorrer nos dois primeiros anos. Ultrapassando esse período, é realizada eleição indireta pelo Congresso Nacional, prazo de 30 dias. Com a mudança proposta na PEC, a realização de eleição indireta para presidente e vice-presidente ficará restrita ao último ano do mandato. A PEC será enviada para a Câmara dos Deputados, caso seja aprovada no plenário do Senado.

Compartilhar no
Fonte: ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas