• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Roda Viva

Teor de denúncias já demanda uma força-tarefa

A credibilidade das instituições piauienses é necessária para garantir estabilidade institucional.

11/09/2019 16:16h

As investigações sobre grilagem de terras em Luís Correia avançam e em meio ao processo já apareceram denúncias contra delegados, policiais, empresários, advogados e até contra um desembargador. Também sobram acusações de excesso contra o promotor do caso, Galeno Aristóteles. Pelo contexto em que as denúncias têm ocorrido, a Procuradoria-Geral de Justiça deveria garantir apoio às investigações de forma mais substancial, com uma força-tarefa destinada especificamente ao caso. Afinal de contas, a quantidade de denúncias contribui para que paire pelo ar uma desconfiança até nas instituições, como a Polícia Civil, o Poder Judiciário e o próprio Ministério Público. Se as denúncias são infundadas, que isso seja logo comprovado. A credibilidade das instituições piauienses é necessária para garantir estabilidade institucional e o que se tem visto até agora, no caso das denúncias de grilagem de terras em Luís Correia, pode levar a um caminho de desconfiança e descredibilidade.

O governador Wellington Dias recebeu nesta terça, 10, o presidente da Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi), Clemilton Luiz Queiroz Granja, e o ex-senador João Vicente Claudino. “Tratamos com equipe técnica da Fundespi e foi feita uma adequação de programas de incentivo ao esporte. Estamos melhorando a lei para que tenhamos uma fonte garantida de receita, tendo como base a arrecadação do ICMS, num modelo semelhante ao funde de investimento para cultura, onde anualmente, o Estado estabelece uma meta que permite investimento e neste caso será voltado para o esporte”, explica.

Sem sentido

O governador Wellington Dias (PT) visitou ontem (10) as obras de duplicação da BR-316 em Teresina. Até aí tudo bem. O que não faz muito sentido é a presença no local de gestores de pastas que nada tem a ver com a obra. O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, por exemplo, andou por lá posando para fotos. Deveria investir mais seu tempo na gestão da segurança do estado.

Estrada Sete Cidades 

O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) reiniciou a construção da rodovia que liga o município de Brasileira até o entroncamento da PI-111, criando um novo acesso ao Parque Nacional de Sete Cidades. A obra foi retomada graças a liberação dos recursos da segunda parcela do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

Atuação artesanal

O deputado Georgiano Neto (PSD) mostrou-se preocupado com o rigor da fiscalização dos técnicos do Ministério do Trabalho nas fábricas de farinha na região de Fronteiras, no Sul do Piauí, que resultou no fechamento de algumas delas, sob a alegação de trabalho escravo e falta de documentação para funcionamento. O deputado argumentou que a maioria dessas "casas de farinha" são artesanais e que é preciso que haja um bom senso em relação a essas atividades.

Dando continuidade ao plano de mobilidade urbana na zona Leste da cidade, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) está executando serviços de pavimentação em paralelepípedo nas ruas Travessa São Luís e José Bonifácio, no bairro Planalto Ininga. De acordo com informações da Gerência de Obras da SDU, as obras de pavimentação têm investimentos provenientes do Orçamento Popular e somam mais de R$ 100 mil. O superintendente executivo e engenheiro Ângelo Cavalcante ressaltou que a ação visa proporcionar uma melhor qualidade de vida para as pessoas que moram na região e que anseiam pelos serviços, assim como em outros pontos da zona Leste.


Deixe seu comentário