• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia
Roda Viva

O coronavírus está mobilizando os governos e as autoridades de saúde

No Piauí, apesar de não ter registrado nenhum caso do coronavírus, a estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS) no Piauí não seria suficiente para conter um possível surto de casos graves da doença.

16/03/2020 10:10h

SUS x coronavírus

A propagação do coronavírus pelo mundo está mobilizando os governos e as autoridades de saúde pelo mundo inteiro para barrar a proliferação do vírus, que apesar de ser menos letal que outros vírus que já assustaram o mundo, é bastante contagioso. No Piauí, apesar de não ter registrado nenhum caso do coronavírus, a estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS) no Piauí não seria suficiente para conter um possível surto de casos graves da doença. Pelo menos, é o revela um levantamento da Folha de São Paulo divulgado nesse domingo (15). A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que exista pelo menos um leito de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) para cada dez mil habitantes. Entretanto, no Piauí, a média é de 0,56, pior índice entre todos os estados da região Nordeste. O bom de tudo é que o Piauí não confirmou ainda nenhum caso de pessoas com coronavírus, apenas suspeitos. 

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Igor Néri, esteve reunido na última sexta-feira (13), no Palácio do Governo do Pernambuco, com secretários de Desenvolvimento Econômico do Nordeste, discutindo os problemas em comum dos estados que compõem a região. O encontro, que teve como objetivo, buscar soluções e trabalhar junto, o Consórcio Nordeste, tratou ainda, de projetos de infraestrutura que possam fortalecer o crescimento e a evolução dos estados como um todo.

Congresso

Com o contágio pelo coronavírus do senador Nelsinho Trad (PSD-MS) confirmado, senadores tentam discutir com o presidente da Casa, David Alcolumbre, se é o caso de fechar o Congresso Nacional e interromper atividades legislativas para evitar a propagação da doença. Na Câmara Federal a tendência é a mesma.

Lançamento adiado

Cancelado pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho, o lançamento do nome do candidato que vai apoiar para a sua sucessão no Palácio da Cidade. Era para acontecer amanhã, 17, no Clube do 100, zona Sul de Teresina. A nova data anunciada é dia 23, na sede do PSDB, e ainda sem a presença de muita gente. O motivo é para prevenir ao novo coronavírus.

Greve

Enquanto isso, professores das redes municipal e estadual de ensino ainda em greve por reajustes salariais. Do município, a luta dos professores é contra o reajuste parcelado, motivo de muita confusão no legislativo municipal. Já os professores da rede estadual, reivindicam o reajuste anunciado pelo Governo Federal no piso da categoria. 

Compras

Os teresinenses começaram a lotar os supermercados para abastecer a despensa se prevenindo da proliferação do novo coronavírus, a exemplo do que vem ocorrendo diversas cidades do mundo. Papel higiênico, álcool gel e outros produtos da cesta básica estão deixando as redes de supermercados abastecendo seus estoques para atender a clientela.

Pró-Bolsonaro

Nem mesmo os apelos do presidente Jair Bolsonaro para que seus apoiadores não saíssem às ruas para protestos contra o Congresso e Supremo Tribunal Federal devido ao novo coronavírus impediu a manifestação pelo país. Em Teresina, por exemplo, os manifestantes se concentraram na Ponte Estaiada. 

Filiação

O ex-prefeito Sílivo Mendes, que ia se filiar ao PSDB e tinha o nome cogitado para ser o candidato indicado pelo prefeito Firmino Filho, terá outro destino. Voltará aos quadros do Progressistas e deve ser o nome indicado pela legenda para vice na chapa que terá o secretário Kleber Montezuma como pré-candidato tucano nas eleições deste ano apoiado pelo Palácio da Cidade. 

Áudios

A vereadora Teresinha Medeiros deve notificar a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Teresina para apurar os áudios sobre o tumulto ocorrido, na última quinta-feira, durante apreciação da proposta de reajuste dos professores da rede municipal. Agredida por manifestantes, a parlamentar exige punições dos responsáveis por causar a confusão. 


Deixe seu comentário