• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Roda Viva

Nordeste lidera trabalho escravo

Quanto à origem, 48% dos trabalhadores resgatados residiam na região, ou seja, quase a metade de todas as vítimas no país.

06/02/2019 08:00h

Dados da fiscalização do combate ao trabalho análogo ao de escravo em 2018, computados pela Inspeção do Trabalho, demonstram que 45% dos trabalhadores maiores de 18 anos resgatados pelas equipes de fiscalização nunca possuíram um emprego formal antes da data do resgate, 57% deles tiveram nenhuma ou apenas uma admissão no mercado de trabalho formal e 72% obtiveram, no máximo, três admissões registradas no histórico laboral. Mas um dado do levantamento é particularmente vergonhoso para o Nordeste. Quanto à origem, 48% dos trabalhadores resgatados residiam na região, ou seja, quase a metade de todas as vítimas no país. Outros 28% eram do Sudeste, 13% do Norte, 10% do Centro-Oeste e apenas 1% da região Sul. O levantamento foi feito com base em dados do seguro-desemprego das vítimas e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Segundo a Secretaria de Previdência e Trabalho, 87% dos trabalhadores resgatados eram homens e 13%, mulheres; 22% deles tinham apenas até o 5º ano do ensino fundamental; 18% possuíam ensino fundamental completo e 11% eram analfabetos.


Durante a solenidade de abertura do ano legislativo nesta terça-feira (5), na  Câmara Municipal de Teresina, o prefeito Firmino Filho (PSDB) afirmou que a educação municipal tem avançado bastante, e atribuiu esse bom desempenho ao secretário de Educação Kleber Montezuma. Após sua fala, o prefeito foi criticado pelo vereador Joaquim do Arroz (PRP), para quem a classe dos professores tem sido injustiçada. "Ele enaltece o Kleber e sua equipe, mas não cita a importância dos professores municipais? É injusto não reconhecer a classe que está diariamente em contato com a educação", afirmou o parlamentar.

Barragens no Piauí

Na tribuna da Assembleia Legislativa, o líder governista, deputado Francisco Limma (PT), falou sobre a importância de os deputados discutirem a questão das barragens no Piauí. Para o petista, o governo tem feito um trabalho satisfatório no monitoramento dos reservatórios no estado. Limma garante que "não há risco iminente de alguma barragem no Piauí romper".

Delegados da PF com Moro

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) avaliou de forma positiva o conjunto de propostas anunciadas pelo Ministério da Justiça para o combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos. "Vale ressaltar que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, escolheu priorizar, neste primeiro momento, medidas legislativas no âmbito penal e processual que ataquem as causas mais conhecidas da insegurança, da ineficácia do sistema de justiça criminal e que provocam a percepção de impunidade entre a população brasileira", pontuou a ADPF, em nota divulgada nesta terça-feira.

Mudanças úteis

Entre as propostas presentes no projeto de lei de Moro, a ADPF opina que as mais importantes são a de execução da pena após condenação em segunda instância, o endurecimento do cumprimento de penas para crimes graves, a ampliação do perdimento, uso e alienação de bens de origem criminosa, maior rigor na concessão de liberdade para criminosos habituais e o aperfeiçoamento de alguns instrumentos investigativos.


O presidente do Sindilojas/PI, Tertulino Passos, e o diretor Luís Antônio Veloso estiveram reunidos com o comandante de policiamento do Centro de Teresina, tenente coronel Lacerda, para tratar da intensificação da segurança na área. “A reunião foi positiva. Eles garantiram que vão intensificar mais o policiamento. Conversamos também sobre a logística e implementação da segurança”, afirmou Tertulino Passos.


Deixe seu comentário