• Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
Roda Viva

Nomeações insuficientes

Leia a coluna Roda Viva desta quinta-feira.

10/01/2019 09:34h - Atualizado em 09/01/2019 17:43h

Nomeações insuficientes

O governador Wellington Dias nomeou nesta quarta-feira (9), em solenidade no Palácio de Karnak, 50 novos agentes penitenciários para atuarem no sistema prisional do estado. A nomeação é uma das primeiras medidas na área da segurança pública tomadas pelo petista em seu novo mandato. Outras 25 nomeações estão previstas para serem efetivadas em abril deste ano, segundo Coordenadoria de Comunicação (CCom) do Governo. O número, contudo, é insuficiente para suprir a demanda do sistema prisional piauiense, conforme alerta o Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinpoljuspi). A promessa inicial do governo era de nomear 400 novos agentes, mas durante o certame apenas 316 se classificaram, e, destes, somente 150 foram convocados para o curso de formação. O Sinpoljuspi destaca que a população carcerária do estado já atingiu o dobro da capacidade máxima de vagas. Além disso, a entidade afirma que o número de servidores atuando nas unidades é extremamente baixo - em torno de 800 agentes penitenciários, quando o ideal seria que houvesse 3.200 agentes (isso para atender à recomendação do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, que prevê a proporção de um agente para cada cinco presos, em cada plantão). A entidade sindical ainda denuncia a estrutura precária das unidades penais. Paralelo às reivindicações do sindicato, que se arrastam há décadas, uma comissão de aprovados no concurso público da Secretaria de Justiça do Estado também exige que o governo convoque todos os mais de 300 aprovados no certame. É o mínimo que o governo deve fazer para atenuar o caos no sistema penal do Piauí.

Ao comentar as medidas de contenção de gastos para 2019, o secretário interino de Administração, Ricardo Pontes, afirmou que o Governo do Estado vai fazer um pente fino nas secretarias, para saber a quantidade de servidores e identificar as necessidades e demandas de pessoal em cada pasta. O curioso é que essa informação já deveria estar em posse do governo, já que o ex-secretário de Administração, Franzé Silva, passou os últimos quatros anos recadastrando os servidores públicos, ativos e inativos.

Amizade

O deputado Júlio Arcoverde (Progressistas) acredita que a amizade antiga entre o governador Wellington Dias e o deputado Hélio Isaías (Progressistas) pode ser decisiva para garantir o apoio do petista à candidatura do parlamentar à Presidência da Assembleia Legislativa do Piauí. 

Amizade II

Júlio fez até uma comparação: "Se o Ciro fosse governador, eu tenho certeza que ele ia trabalhar muito pelo meu nome [para presidir a Alepi], pela amizade, pela história que eu tenho com o senador Ciro. Eu sendo candidato, o governador [Wellington Dias] ia trabalhar por mim, mas não ia trabalhar tão intensamente quanto trabalharia por um candidato que tivesse uma ligação com ele [Hélio Isaías], mesmo sendo do Progressistas. Os dois conviveram juntos, tiveram uma infância juntos, foi secretário do governador várias vezes, enfim, eles têm uma ligação. Por isso, tive a humildade de recuar, porque vi que o Hélio conseguiria mais afinco do governador. Uma coisa é o jogador jogar num time qualquer, outra coisa é jogar no time do coração. Ele dá mais gás. Por isso, eu tive a humildade de sair e deixar o Hélio", avalia Arcoverde.

Posse

Na manhã desta quinta-feira (10), a Associação Piauiense de Municípios (APPM) promove a solenidade de posse da sua nova Diretoria, para o biênio 2019/2020. Além dos prefeitos e prefeitas municipais, a instituição aguarda a presença de autoridades estaduais dos três Poderes e personalidades a nível nacional, como o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi.

Se depender da secretária de Cultura Bid Lima, o governador Wellington Dias não terá dor de cabeça na hora de montar sua equipe administrativa de governo. Cansada da rotina atarefada de gestora pública, ela dispara: “Prefiro ser artista”. Vale lembrar que a secretária é atriz, tendo estrelado grandes produções cinematográficas do Piauí, a exemplo do filme "Corpúsculo".


Deixe seu comentário