Roda Viva

Desabrigados e esquecidos?

Leia a coluna Roda Viva desta segunda-feira.

06/05/2019 09:55h - Atualizado em 05/05/2019 16:34h

Compartilhar no

Desabrigados e esquecidos?

O Ministério Público do Piauí realizou na manhã da última sexta-feira (3) um novo encontro com as famílias do Parque Rodoviário que tiveram suas casas atingidas pela enxurrada, no início de abril. A visita aconteceu um mês após o rompimento da lagoa e, segundo o MP-PI, teve o objetivo de promover o diálogo com a população local sobre as providências tomadas até agora pelo Poder Executivo para acolhimento das vítimas. Nas últimas semanas, intensificaram as queixas das famílias atingidas. Muitos moradores relatam que a Prefeitura de Teresina realizou apenas um cadastro e, até agora, quase nada de efetivo foi feito. Segundo a promotora de Justiça Myrian Lago, um dos principais problemas identificados é o não pagamento dos valores para as pessoas cadastradas no programa "Família acolhedora", que consiste no acolhimento familiar temporário das famílias atingidas por outras que moram na região e que não foram afetadas. No dia da tragédia - é bom lembrar - o Parque Rodoviário ficou lotado de políticos que foram ao local para "manifestar solidariedade" às vítimas. Além do prefeito Firmino Filho (PSDB) e do governador Wellington Dias (PT), inúmeros vereadores, deputados e secretários foram vistos na área atingida. Na ocasião, todos garantiram que a assistência às vítimas seria total e imediata. Um mês depois, muito pouco foi feito, conforme denunciam os próprios moradores. Isso só comprova o que toda a sociedade suspeitava: muitos dos políticos que visitaram o Parque Rodoviário após a fatídica noite de 4 de abril só estavam pensando mesmo em trabalhar a própria imagem, já de olho nas próximas eleições.

"A notícia lá não é sobre se os alunos aprendem ou não. Não é se tem transporte escolar para os alunos ou não. Não é se tem aluno na escola ou não. A notícia lá é que a Polícia Federal está investigando os contratos que eles fazem e que eles fizeram. Eu lamento muito que os órgãos de fiscalização sejam ativos em relação à Prefeitura de Teresina, mas fiquem de olhos fechado ou de costas para os malfeitos e para o que deixa de fazer o estado" - o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, em desabafo feito durante a convenção estadual do PSDB, realizada no último sábado (4), no plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí.

11 anos de Ceir

Referência na prestação de serviços de atenção à saúde, especialmente voltados para a habilitação, reabilitação e readaptação da pessoa com deficiência, o Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) comemorou neste domingo (5) 11 anos de fundação. Para celebrar a data, o Ceir realizará, na próxima quarta-feira (8), culto e missa em ação de graças no auditório da instituição.

1,4 milhões de atendimentos

Segundo dados do Serviço de Arquivo Médico e Estatística do Centro, até o último mês de março foram realizados 1.440.505 atendimentos em reabilitação físico-motora, intelectual e auditiva. São realizados, em média, mais de 200 mil atendimentos por ano e quase 3 mil pacientes são atendidos todo mês.

O vereador Luís André (PSL) aproveitou o final de semana para visitar algumas cidades do norte do estado, como Piracuruca e Parnaíba. Na cidade litorânea, por exemplo, o parlamentar esteve reunido com o empresário Raimundo Toureiro. Segundo Luís André, o objetivo das visitas foi tratar sobre o fortalecimento do PSL nos municípios piauienses, já de olho no pleito de 2020. O vereador da capital, pelo jeito, está mesmo empenhado em se tornar o principal nome do partido do presidente Jair Bolsonaro no estado. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas